Dilma promete “assistência e dinheiro” para reduzir a seca do semiárido

Natal, RN – Presidente confirma o lançamento de um terceiro programa de incentivo à agricultura, o Plano Safra do Semiárido; o montante destinado pelo governo a toda a safra brasileira será de 140 bilhões de reais.

A presidente Dilma Rousseff confirmou nesta segunda-feira que o governo lançará em poucos dias o Plano Safra do Semiárido, região que tem sofrido com uma das secas mais severas das últimas décadas. Este é o terceiro incentivo para o setor agropecuário – o país já conta com o Plano Safra da Agricultura Comercial e Plano Safra Familiar.

Em discurso em Natal, onde entregou retroescavadeiras para prefeituras do Rio Grande do Norte, Dilma disse que o Plano Safra do Semiárido incluirá ações emergenciais e o equacionamento de dívidas de agricultores da região.

O objetivo é proteger os cidadãos da região em períodos de secas, de modo que eles não percam a subsistência e não seja necessário importar milho. “(A criação do plano será) para garantir que a cada vez que a seca ocorra, as pessoas não percam sua criação, não fiquem sem trabalho e o governo federal não tenha de, na entressafra, importar milho do sul do país, como da Argentina e do Uruguai, para alimentar)os animais do Nordeste”, acrescentou.

Dilma disse ainda que a administração federal dará “assistência e dinheiro” para minimizar as dificuldades da seca. Ela reiterou, porém, que o dinheiro a ser gasto será levantado por meio de parcerias, sem especificar de qual tipo seriam. “Busco parcerias, a mais republicana possível. Não olho partido, time de futebol ou religião”, declarou.

Safra – O governo anunciará nesta terça-feira o Plano Safra para a temporada 2013/14 em cerimônia no Palácio do Planalto. Na semana passada, uma fonte do governo federal disse à agência Reuters que os recursos do novo Plano Safra devem aumentar 21,5% ante o montante destinado na temporada 2012/13, atingindo 140 bilhões de reais.

O anúncio do Plano Safra para o semiárido ocorre também num momento em que Dilma busca reforçar sua presença no Nordeste, região em que teve expressiva votação na eleição presidencial de 2010, assim como já tinha ocorrido com seu antecessor, o também petista Luiz Inácio Lula da Silva.

Segundo Dilma, o plano específico para o semiárido procurará resolver ainda o endividamento dos produtores. “As dívidas também serão equacionadas neste Plano Safra que nós iremos lançar”, disse, sem especificar se o Plano Safra para o semiárido também será lançado nesta terça-feira.

Dilma prosseguiu dizendo ainda que o país cresceu e distribuiu renda e que agora o “povo anda de avião”, isso menos de uma semana após o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro decepcionar no primeiro trimestre, ao subir apenas 0,6% ante os últimos três meses de 2012. A taxa de desemprego mantém-se baixa, mas subiu para 5,8% em abril.

(com Estadão Conteúdo e agência Reuters)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.