Deputado quer anistia para os juticultores de Manacapuru

(Amazonianarede – Assessoria)

Juticultores de Manacapuru que sofreram grandes prejuízos com a enchente deste ano, poderão ser anistiados.

Proposta nesse sentido deverá ser apresentada no Legislativo pelo deputado Orlando Cidade, atendendo a vários apelos dos produtores ribeirinhos da fibra.

Segundo Cidade, a situação do setor de fibras do município de Manacapuru foi destaque do discurso do deputado Orlando Cidade (PTN), no Grande Expediente de hoje (02), na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), quando informou que entrou com um requerimento na Mesa Diretora da Assembleia, que será encaminhado ao governador Omar Aziz (PSD), solicitando a anistia de dívidas de juticultores da cidade contraídas junto à Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam).

De acordo com o deputado, que é presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Pesca, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (CAPPADR) da Aleam, os produtores rurais passam por dificuldades financeiras.
“Neste momento, eles não têm condições de arcar com a quitação das parcelas dos financiamentos adquiridos.

Recentemente mais de 700 toneladas de fibras foi perdida durante incêndio na Cooperativa Mista Agropecuária de Manacapuru (Comapem), situação que deixou os trabalhadores e o setor como um todo no prejuízo”, disse Cidade.
O parlamentar reiterou que as perdas causadas pelo incêndio, aliadas à concorrência desleal com o setor de fibras internacional, foi fator determinante para que a solicitação ao Governo do Estado fosse feita.

“A Afeam, a pedido do governador Omar Aziz, já anistiou dívidas contraídas por produtores rurais cujo segmento passava por dificuldades e, como a atual administração do Estado está atenta às necessidades do trabalhador amazonense, vamos encaminhar o documento ao governador Omar para que a possibilidade seja analisada”, informou.

Demais pontos Além do requerimento, Orlando Cidade também abordou, em seu pronunciamento desta quarta-feira, o pacote de ações anunciadas, no último fim de semana, pelo Governo do Estado para Novo Airão e Manacapuru (a 115 e 68 quilômetros de Manaus, respectivamente).

“Novo Airão possui três escolas estaduais e, conforme anunciou o próprio governador, todas essas unidades de ensino serão de tempo integral”, pontuou Cidade, que esteve no município durante a reinauguração das escolas estaduais Joaquim de Paula, Danilo de Matos Areosa e Balbina Mestrinho. Para Manacapuru, segundo informou o parlamentar, o governo anunciou um pacote de obras de R$ 350 milhões, o que inclui a construção de um hospital, de um Centro de Educação de Tempo Integral (Ceti), reforma da orla da sede do município, entre outras ações.

“Manacapuru vai se tornar um canteiro de obras”, comemorou. O último ponto abordado por Cidade foi a aprovação, por uma Comissão Especial na Câmara Federal, da prorrogação da Zona Franca de Manaus (ZFM) por mais 50 anos.
“Essa é uma vitória para o Amazonas e para os amazonenses. É um compromisso assumido pela presidente Dilma Rousseff que está se concretizando”, finalizou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.