Deputado cobra na Aleam explicações do Detran e da Visnorte sobre valores de taxas

Deputado Platiny Soares, cobra na Aleam explicações do Detran e da Visnorte sobre valores de taxas

Amazonas – O presidente da Comissão de Assuntos Municipais da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado Platiny Soares (DEM), exigiu durante reunião na tarde de quinta-feira (30), com o diretor técnico do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran), Rodrigo Barbosa, que sejam enviadas para a Comissão, as documentações que demonstram os parâmetros usados para estabelecer os valores das taxas cobradas pela Visnorte – Empresa de Vistorias Ltda, aos motoristas que precisam utilizar os serviços de vistoria veicular no Estado.

De acordo com Platiny Soares, é preciso que cada item dos estudos que levaram aos valores praticados pela empresa, seja esclarecido e avaliado. “Vamos analisar e ponderar se os valores são justos e se podem diminuídos. A população está prejudicada com contas que extrapolam seus salários. Diminuir essa carga de tarifa seria levar em consideração essa triste situação”, declarou o parlamentar.

Também estiveram presentes a assessora jurídica em exercício da Visnorte, Maria Corrêa e o advogado Délcio Luis Santos, que defenderam as ações da empresa e se comprometeram em cooperar, enviando as solicitações que serão feitas tanto pela Comissão de Assuntos Municipais, quanto pelo Detran.

O diretor técnico do Detran, Rodrigo Barbosa, disse que enviará os documentos requeridos e que esclarecerá os pontos destacados por Platiny Soares.

Entenda

A Visnorte, responsável pela vistoria veicular, lacre e cautelar dos veículos no Amazonas, e o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (DETRAN) terão que explicar ao presidente da Comissão de Assuntos Municipais e Revisão Territorial da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Platiny Soares (DEM), o aumento de 1000% nas taxas cobradas aos consumidores.

De acordo com o parlamentar, taxas que antes custavam R$ 11, passaram para o valor de R$ 110, sem qualquer aviso prévio e consulta popular.

Em discurso, o parlamentar questionou a falta de um núcleo da Visnorte, para atender os municípios do interior. A ausência segundo ele faz com que os motoristas tenham que se deslocar para capital, o que contribui para que muitos deixem os documentos dos veículos em atraso. “Quero que sejam apresentados os parâmetros que ocasionaram a alta. Essa é uma cobrança indiscriminada, realizada por meio de um péssimo serviço prestado à sociedade”, declarou Platiny Soares.

O democrata criticou o fato de a empresa ser a única credenciada pelo Detran, para a execução dos serviços. Para ele, o monopólio causa prejuízos à população, que “fica subjugada a um péssimo atendimento”.

Segundo o deputado Augusto Ferraz (DEM), os valores são absurdos e sugerem “maracutaia” no setor.  “Essa empresa está acabando com o contribuinte, o senhor está certo em trazer à luz esses questionamentos”, enfatizou.

Amazonianarede-Aleam

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.