Construtora retira pré-moldados da Arena da Amazônia estocados no Sambódromo

Amazonianarede – Agecom

Manaus – As peças de concreto pré-moldado que estão estocadas na área de concentração do Sambódromo não vão interferir no desfile das escolas de samba e blocos de Carnaval em Manaus. De acordo com o coordenador da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP Copa) do Governo do Amazonas, Miguel Capobiango Neto, a construtora Andrade Gutierrez já está liberando o espaço de acordo com as necessidades apresentadas pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC).

Parte dos pré-moldados que estão no Sambódromo será removida para o canteiro de obras. Na concentração permanecerão apenas algumas peças em lugar já definido conjuntamente com a SEC para não atrapalhar no deslocamento dos carros alegóricos e dos foliões. “Nossa preocupação foi atender a todas as recomendações dos profissionais da Secretaria de Cultura que sabem das necessidades para a realização da festa”, afirmou o coordenador.

Capobiango disse que o trabalho de retirada das peças começou na última quarta-feira, dia 2 de janeiro, e o trabalho deve se estender até o fim do mês para deixar o local em condições adequadas de utilização pelas escolas de samba. O trabalho envolve a liberação imediata de uma área específica na concentração e a retirada das peças que estão no trajeto por onde as alegorias irão passar.

Agilidade

A construtora Andrade Gutierrez utiliza algumas áreas fora do canteiro de obras para estocagem dos pré-moldados fabricados por conta do grande volume de materiais.

A montagem da Arena a partir de peças pré-moldadas foi a melhor opção encontrada pelo Governo do Amazonas para que a obra não paralisasse mesmo nos períodos chuvosos. Somente para os degraus das arquibancadas foram fabricadas mais de 2,4 mil peças pré-moldadas.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.