Concessão da Medalha Tiradentes ao prefeito Adail Pinheiro “ é molecagem” diz deputado

Manaus – Definindo como “molecagem”, a concessão da medalha Tiradentes, maior honraria da Policia Militar ao prefeito de Coari, Adail Pinheiro, o deputado estadual Marcelo Ramos (PSB) mostrou indignação e não poupou criticas ao fato.

“Essa é uma brincadeira irresponsável e também uma provocação às instituições sérias deste Estado, assim como às mulheres e crianças”, avaliou, durante seu pronunciamento, na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

Ramos lembrou que Adail Pinheiro foi condenado por pedofilia, corrupção ativa e formação de quadrilha. Segundo ele, não é admissível que a condecoração máxima da PM seja entregue a alguém com essa “folha corrida”. “Não é razoável que um cidadão acusado de vários crimes receba essa medalha. Isso desmoraliza a Policia Militar”, enfatizou.

“Em lugar da medalha, algemas”

Na opinião do parlamentar, se o comandante da corporação, Coronel Almir David, quer bajular Pinheiro que arrume outra forma, e não use uma honraria que é dada pelo povo.

Ele também disse que não pode imputar a toda Policia Militar a concessão, que envergonha a instituição.
“Tenho certeza que os policiais sérios não concordam com a entrega da medalha Tiradentes. Tudo tem limite e, desta vez, o comandante da PM passou de todos os possíveis. No lugar de ganhar medalhas, Adail deveria ganhar algemas”, concluiu.

Fonte – Assessoria de Imprensa 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.