Comissão do MPE está em Coari para investigar a fúria da população

21-01coariManaus – O tumulto ocorrido no município de Coari, com a depredação da Câmara Municipal, incêndio na residência do prefeito, destruição e carros e mais alguma coisa, continua dando muito trabalho às autoridades que intensificam as investigações.

Uma comissão do Ministério Público do Estado do Amazonas, desembarcou hoje na cidade de Coari, para investigar a ação de um grupo de populares que causou a destruição de parte do Patrimônio Público e bens particulares no dia 14 deste mês, assim como possíveis irregularidades na administração municipal. Procurador-geral definiu situação no município como ‘preocupante’.

Preocupante

O Procurador-Geral de Justiça (PGJ) do MP-AM, em exercício, Pedro Bezerra Filho, definiu a situação de Coari como “preocupante”. Bezerra disse que a comissão atuará dando suporte ao trabalho do Promotor de Justiça Felipe Fish, lotado na Comarca de Coari, para conferir maior celeridade às providencias que o MP-AM deve tomar em relação ao ocorrido.

A comissão do MP-AM é formada pelo Procurador de Justiça Público Caio; pelo promotor de Justiça do CAO-Crim, Alberto Nascimento Júnior, que coordena as promotorias criminais do MP-AM; pelo Promotor de Justiça Igor Peixoto, lotado na Comarca de Boa Vista do Ramos, mas que estava em Manaus, na 74ª Promotoria do Juizado Especial Criminal, e pelo major da Polícia Militar do Amazonas, Algenor Teixeira, Chefe da Assistência Militar do MP-AM, que foi acompanhado de mais dois oficiais da PM, da Equipe de Inteligência do quadro do MP-AM.

O Procurador-Geral não deu mais detalhes sobre a comissão, para não atrapalhar os trabalhos que serão feitos em Coari, que fica a 362,84 quilômetros de Manaus, em linha reta.

Amazonianarede – MPE

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.