Círio de Nazaré abre fronteiras para novos negócios no turismo

(Foto: Agência Pará)

Festa de caráter eminentemente religioso e cultural, a grandiosidade do Círio de Nazaré também aquece e movimenta a economia do estado, despertando inclusive o interesse internacional para prospecção de novos negócios e parcerias comerciais.

Na Romaria Fluvial deste sábado (12), estiveram presentes na embarcação da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e Companhia Paraense de Turismo (Paratur), o embaixador da Alemanha no Brasil, Wilfried Grolig, e o diretor da World Travel Market para a América Latina– importante feira de turismo do cenário global, Lawrence Reinisch, que veio conhecer de perto a realidade da festividade nazarena como produto turístico de proporções comerciais grandiosas.

“São milhões de pessoas de todo país e do mundo, num evento que vai além dos católicos, tornando-se num produto turístico e cultural. É um momento mágico para essa importante atividade econômica que é o turismo. São mais de 800 mil turistas que vem ao Pará por ano, destes aproximadamente 80 mil são estrangeiros, que trazem receita líquida para o estado e empreendedores que buscam novas fontes de negócio”, afirma o secretário Especial de Desenvolvimento e Incentivo à Produção (Sedip), Sidney Rosa.

Adenauer Góes, secretário de Estado de Turismo, explica que é preciso compreender o processo de organização da atividade, identificando as pessoas e entidades que representam seus segmentos, seja no âmbito local, regional, nacional ou internacional, para formação de uma grande teia de relações institucionais e comerciais.

“Temos aí o conteúdo principal para uma troca de experiências em produtos econômicos, propiciando intercâmbio de negócios em diferentes níveis. Uma relação entre dois países, como esta entre Brasil – neste caso representado pelo estado do Pará – e Alemanha, proporciona um ambiente para novos negócios, e entre eles está o turismo como atividade produtiva capaz de gerar receita e renda”, afirma Adenauer.

O embaixador alemão no Brasil, Wilfried Grolig, confessou estar impressionado com a magnitude do Círio de Nazaré: “Excepcional. É um evento grandioso”. E deu explicações sobre o interesse germânico na costura de relações e parcerias futuras com o Pará e o Brasil. “A Amazônia chama muita atenção na Alemanha, pelo exótico da cultura e os costumes da floresta que encantam. A Amazônia é fonte de vida para o sistema global, um crescimento sustentável e de energia renovável”, disse ao destacar as vantagens da região amazônica no cenário internacional.

“Temos relações bilaterais há muitos anos, desde a imigração alemã no século XIX, mais fortemente nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Temos mais de mil empresas de origem alemã no Brasil, que têm capacidade produtiva para transformar a realidade da sociedade”, concluiu Grolig.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.