Cheia na Transamazônica deixa Apuí quase isolado

Amazonianarede- Via e-mail

Apuí – A cheia que atinge a vários pontos da rodovia Transamazônica, permanece causando problemas a vários municípios, especialmente o de Apuí, que é o mais atingido com o problema.

Apesar da localidade ficar no município de Manicoré, Apuí é o mais prejudicado com a alagação, de acordo com os moradores. A população da cidade teme ter problemas de abastecimento.

A Transamazônica é a principal via para transporte de pessoas, mercadorias, alimentos e combustíveis do município de Apuí. A usina termelétrica do município depende do combustível que chega pela rodovia.

A rodovia é de responsabilidade do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

Recentemente uma empresa que presta serviço ao Denit visitou o local. Os técnicos afirmaram que vão esperar o nível dos rios baixar para fazer intervenções na região.

Em Apuí, está localizado o maior assentamento de reforma agrária do INCRA na América Latina, o Rio Juma e os assentados, também estão preocupados com a enchente, mas até o momento as coisas se mantém sob controle, segundo fontes da Prefeitura. 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.