Capital do Acre utilizará o modelo de escolas de Tempo Integral do Amazonas

Amazonianarede – Agecom

Manaus – Uma comitiva de representantes da Secretaria Municipal de Educação de Rio Branco (AC) esteve em Manaus nesta segunda e terça-feira, respectivamente 25 e 26 de março, para reunir-se com técnicos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e conhecer a estrutura física e pedagógica dos Centros de Educação de Tempo Integral (Cetis).

O objetivo dos visitantes é replicar o modelo educacional amazonense na capital acreana, a partir de uma sugestão do Ministério da Educação (MEC).

Na terça-feira, 25, o representante da Secretaria Municipal de Educação de Rio Branco, Hildo Montysuma, e o arquiteto Flávio Santos, participaram de uma oficina realizada pelo Departamento de Políticas e Programas Educacionais da Seduc, na qual o diretor do referido departamento, professor Edson Melo, falou do projeto dos Cetis, desde sua implantação até os dias atuais. Na ocasião, os diretores do Ceti Gilberto Mestrinho (localizado no bairro do Educandos) e da escola estadual de Tempo Integral Roxana Bonessi (localizada na Colônia Antônio Aleixo) relataram como está organizada administrativa e pedagogicamente as duas instituições.

No mesmo dia a comitiva foi ao Ceti Elisa Bessa Freire, na zona leste de Manaus, para conhecer in loco um dos centros de educação em Manaus. A equipe também assistiu, no auditório Canaã, a uma palestra ministrada pelo secretário da Seduc, Rossieli Soares da Silva, na qual foram disseminadas sugestões pedagógicas aos gestores e pedagogos das 240 escolas estaduais de Manaus.

Amazonas é referência – Segundo o professor Edson Melo, o Amazonas tem feito por meio dos Cetis um trabalho sério e de alta responsabilidade. “O Amazonas tornou-se referência em educação de Tempo Integral para o restante do Brasil. O sucesso é justificado por uma série de ações do Governo do Estado que envolve investimentos, planejamento e boas práticas pedagógicas”, disse o diretor.

Para o representante da comitiva acreana, professor Hildo Montysuma a impressão que fica é de planejamento e investimentos na educação, visto que os Cetis proporcionam aos alunos um ambiente saudável e de sólida estrutura pedagógica. “A impressão que tivemos é que o Amazonas tem um projeto estruturado e sólido do ponto de vista pedagógico. Ficamos impressionados com a estrutura disponibilizada aos alunos”, afirmou o diretor de educação municipal de Rio Branco.

Sobre a implantação de Cetis em Rio Branco, Montysuma destaca que o foco está no planejamento e no levantamento de recursos. “Primeiro é necessário ter um projeto pedagógico bem estruturado, como segundo passo temos que captar recursos e também mobilizar os recursos humanos para a prática do projeto”, apontou o professor, mencionando que a capital acreana tem o propósito de construir dez Cetis similares aos do Amazonas.

Finalizando a agenda em Manaus, a comitiva visitou nesta terça-feira, 26, os Cetis Cínthia Régia Gomes do Livramento e Sérgio Pessoa Figueiredo, ambos localizados na zona leste de Manaus. Nas vistas técnicas a equipe educacional acreana foi acompanhada pela representante da Seduc e secretária adjunta da Capital, Nazaré Vicentim.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.