Bisneto agradece na ALEAM empenho da bancada amazonense

Manaus – Um dia após a conquista do Amazonas na manutenção da alíquota de 12% do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para a Zona Franca de Manaus (ZFM), o deputado estadual Arthur Virgílio Bisneto (PSDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) para relatar o trabalho da bancada do Amazonas na capital federal.

Bisneto, que esteve em Brasília representando a Aleam, parabenizou todos os envolvidos na defesa da Zona Franca de Manaus. O deputado também agradeceu o empenho de parlamentares de outros Estados, que se uniram ao Amazonas criando uma relação de defesa com muita ênfase na importância da alíquota de 12% para o Estado.

“Ouvi muita falácia dos senadores de outros Estados que eram contrários à manutenção do Polo Industrial de Manaus. Eles apresentaram dados distorcidos e inconsistência nos seus discursos. Por outro lado, assisti um Amazonas unido em torno da defesa do sustentáculo de nossa economia. Quero parabenizar desta tribuna o governador Omar Aziz pela bravura, o prefeito Arthur, pelo empenho de conseguir mudar votos, parabenizar também nossos senadores, Vanessa Grazziotin, Eduardo Braga e Alfredo Nascimento, que souberam defender muito bem o Estado”.

O deputado tucano ressaltou, ainda, que o Polo de Manaus representa 90% da economia na região e a redução do ICMS no Amazonas significaria o fim da ZFM. Bisneto também agradeceu o apoio dos sete deputados federais da bancada amazonense, do superintendente da Zona Franca de Manaus, Thomaz Nogueira e de todo corpo técnico da secretaria.

“Tive a honra de participar dessa luta intensa em defesa da ZFM. Mostramos para o Brasil a força que o Estado do Amazonas tem, mas a batalha ainda continua, e estou certo que estaremos cada vez mais firmes para buscar mais essa vitória”.(Assessoria)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.