Barbosa espera parecer de procurador antes de ordenar novas prisões

(Fonte: Folha SP)

O presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa, pretende aguardar a manifestação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, sobre recurso apresentado pelo deputado Pedro Henry (PP-MT) antes de determinar novas prisões de condenados no processo do mensalão.

De acordo com pessoas próximas ao presidente do Supremo, a burocracia necessária para a expedição dos mandados de prisão já foi feita. Mas como Janot começou a enviar as avaliações sobre os recursos de condenados, Barbosa estaria propenso a esperar todos os pareceres para pedir as novas prisões de uma única vez.

A expectativa do gabinete do ministro é de também incluir no pacote uma definição sobre os processos de Roberto Jefferson, que ontem foi examinado por uma junta médica no Rio, e do ex-presidente do PT José Genoino. Com problemas de saúde, os dois pediram para cumprir penas em prisão domiciliar.

Em relação ao petista, Janot defendeu em seu parecer que Genoino fique em casa por pelo menos 90 dias. Após esse período, ele seria novamente examinado por uma junta médica para avaliar a possibilidade do cumprimento da pena num presídio.

Sobre Jefferson, o procurador terá que aguardar o envio dos dados da perícia médica para elaborar seu parecer.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.