Bancada feminina na CMM reduz de sete para cinco em 2013

Bancada feminina CMM

Bancada feminina CMM

Manaus – Apesar do eleitorado feminino em Manaus ser maior que o masculino, a bancada de vereadoras na Câmara Municipal (CMM) sofreu um revés: perdeu duas cadeiras, ou seja, encolheu 35% nas eleições deste ano. Das sete vereadoras que compõem a atual legislatura, apenas duas conseguiram a reeleição, Socorro Sampaio (PP) e Vilma Queiroz (PTC), uma não disputou o pleito (Marise Mendes (PDT) e quadro foram derrotadas nas urnas, Cida Gurgel (PRP), Glória Carrate (PSD), Mirtes Sales (PPL) e Lúcia Antony (PCdoB).

Para compensar um pouco essa perda feminina no legislativo municipal, duas debutantes na política partidária vão ter assento na CMM a partir de 2013: Rosi Matos (PT) e Professora Jaqueline (PPS). Ambas foram eleitas em 7 de outubro. A outra eleita já é experiente na política e já foi vereadora e deputada estadual, retorna à CMM, a professora Terezinha Ruiz (DEM). Assim, Manaus terá cinco vereadoras na próxima legislatura. A perda feminina na Casa é de 14%.

Para Socorro, reeleita para o seu segundo mandato na CMM, não existe uma fórmula mágica para ganhar eleição. “Voto é conquistado, não é uma receita de bolo com todos os seus ingredientes e o resultado final positivo. O político tem que trabalhar independente de eleição, pois só assim ganha a confiança do eleitor e, possivelmente, o seu precioso voto”, disse ela.

De acordo com a vereadora, mais difícil do que conquistar o voto do eleitor é manter essa confiança. “As mulheres estão se esforçando muito na política e em vários outros segmentos de atividade. Têm assuntos que são melhores tratados pelas mulheres, como por exemplo, a saúde da mulher. É muito mais fácil uma mulher falar dos seus problemas íntimos com outra mulher”, afirmou.

Socorro disse ainda que gostaria muito de ver mais mulheres no parlamento e ela acredita que isso vai acontecer em breve, porque as mulheres têm demonstrado competência em tudo que fazem. Um grande exemplo é a presidenta Dilma Rousseff, que está fazendo o grande governo no Brasil. “Atualmente os homens estão votando muito mais nas mulheres e isso é um ponto positivo na nossa cultura”, destacou.

(Fonte: Manoel Marques-Foto: Plutarco Botelho)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.