Arthur anuncia comissão para fiscalizar ações da Manaus Ambiental

Amazonianarede – Redação

Manaus – O trabalho que vem sendo desenvolvido em Manaus pela Manaus Ambiental, responsável pela produção e distribuição de água na capital, não está agradando nem um pouco ao prefeito Arthur Neto, que já chegou a ventilar rompimento de contrato.

Hoje pela manhã, o prefeito anunciou a criação de uma comissão em até 15 dias para fiscalizar as ações da Manaus Ambiental, a concessionária do serviço de água e esgoto na capital do Amazonas.

Durante a entrevista coletiva concedida no Palácio Rio Branco, antiga sede da Assembleia Legislativa do Estado, o prefeito Arthur Virgílio Neto explicou que o contrato assinado na gestão de Amazonino Mendes tem validade até 2045 e uma multa rescisória de R$ 10 milhões.

A comissão criada pela prefeitura vai fiscalizar também todas as adutoras em Manaus e as ligações de abastecimento. Sérgio Elias vai liderar a equipe.

De acordo com o procurador geral do município, Marcos Cavalcante, se a Manaus Ambiental não cumprir as exigências da prefeitura, o poder executivo municipal “pode tomar uma medida extrema”, que seria desligar a empresa da cidade e passar a concessão à própria prefeitura.

Ainda durante a entrevista coletiva, o prefeito chegou a dizer que “seria um presente para a cidade” se a empresa desistisse do contrato.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.