Após multa, alvará do estacionamento do Aeroporto de Manaus pode ser cassado

(Foto: Assessoria)

O alvará de funcionamento do estacionamento do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes poderá ser cassado, conforme informou, nesta quinta-feira (10), o presidente da Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Manaus (Comdec/CMM), vereador Álvaro Campelo (PP).

Segundo ele, a punição acontecerá caso o aeroporto continue a descumprir a chamada “Lei do Estacionamento Fracionado” (Lei 1.752/13), como vem ocorrendo até o momento.

Nesta quinta, durante uma fiscalização, o aeroporto foi multado pelo Programa Estadual de Proteção, Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/AM) em R$ 100 mil por cobrança abusiva no preço do estacionamento. “O prefeito de Manaus, Arthur Neto, já autorizou a cassação dos estabelecimentos que não cumprirem a cobrança fracionada dos estacionamentos”, destacou o presidente da Comissão do Consumidor da CMM.

Na última terça-feira (8), Álvaro Campelo esteve reunido com o prefeito Arthur Neto para entregar um pedido para que sejam cassados os alvarás de funcionamento de todos os estabelecimentos em Manaus que não se adequarem a Lei do Estacionamento Fracionado.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.