Amazonas faz segunda ato público contra planos de saúde

Amazonianarede/AMN

Manaus – O coordenador da Comissão Estadual de Honorários Médicos (Cehm) e presidente do Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), Dr. Mario Vianna, convida a categoria para participar do Ato Público na segunda-feira (15), às 14h, no plenário da Câmara Municipal de Manaus, localizada na Rua Padre Agostinho Caballero Martin, 850, no bairro São Raimundo, Zona Oeste de Manaus.

A manifestação visa coibir os abusos praticados pelas Operadoras de Planos de Saúde (OPS) e reivindicar honorários dignos, inserção de regras claras de reajuste e periodicidade nos contratos e o fim da interferência antiética das operadoras na relação médico-paciente.

“Sugerimos aos médicos suspensão do atendimento a consultas e procedimentos eletivos aos planos de saúde, orientando que os mesmos possam ser remarcados. Obviamente que os atendimentos de urgência serão mantidos. Convido a categoria para o ato público na Câmara. Vamos juntos lutar por melhores remunerações e qualidade para o atendimento aos nossos usuários”,disse o Dr. Mario Vianna.

Formado pelo Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam), Conselho Regional de Medicina (Cremam) e a Associação Médica do Amazonas (AMA), a Comissão Estadual de Honorários Médicos (Cehm) reuniu nos meses de agosto e setembro representantes das Sociedades, Cooperativas e Empresas de Especialidades Médicas para fazer o levantamento das principais reivindicações da categoria que serão apresentadas no Ato Público.

De acordo com o Dr. Mario Vianna as denúncias mostram a insatisfação no serviço prestado pelas operadoras de saúde.“Recebemos a informação de uma usuária que possui os planos da Unimed e Geap e está insatisfeita com o atendimento e o descredenciamento constante de médicos. Outro denunciante do plano Hapvida falou da dificuldade de marcar consultas. São várias denúncias que consolidam a necessidade da mobilização”, disse.

O coordenador da Cehm, Dr. Mario Vianna, aguarda a manifestação do Ministério Público do Estado (MPE), através da Procuradoria do Consumidor (Prodecom), sobre as denúncias encaminhadas a ouvidoria e o apoio na convocação das Operadoras de Planos de Saúde para negociar com a comissão.

Representantes do Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Superior do Estado do Amazonas (Sintesam), da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Amazonas (Adua), dos Conselhos Municipais e Estaduais de Saúde, além das entidades representativas dos farmacêuticos, psicólogos, odontólogos e enfermeiros serão convidados para o evento.

Grupo de discussão

Os médicos podem trocar informações sobre o valor dos honorários médicos pagos à categoria através do grupo de discussão ‘honorários médicos’. As solicitações de adesão devem ser encaminhadas para o e-mail e=mail [email protected]

Denúncias podem ser enviadas para ouvidoria

Através da campanha ‘Fale sobre seu plano de saúde’, lançada pela Comissão Estadual de Honorários Médicos do Amazonas, os usuários podem enviar denúncias para o e-mail [email protected] pelo telefone 3651-7798/3308-9313falando das dificuldades enfrentadas na relação com os planos de saúde.

Conheça os cinco pontos da pauta de reivindicação da categoria médica:

1. Reajuste dos honorários de consultas e outros procedimentos, tendo como referência a CBHPM.

2. Inserção nos contratos de critério de reajuste, com índices definidos e periodicidade, por meio de negociação coletiva

3. Inserção nos contratos de critérios de descredenciamento

4. Resposta da ANS, por meio de normativa, à proposta de contratualização, encaminhada pelas entidades médicas

5. Fim da intervenção antiética na autonomia da relação médico-paciente.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.