Amaturá é o 60º município a receber ambulância no Governo do Estado

Amaturá é o 60º município a receber ambulância no Governo do Estado

Amazonas – A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) entregou nesta quarta-feira (7/11) uma ambulância ao município de Amaturá, localizado a 909 quilômetros de Manaus (em linha reta).

A entrega faz parte de um total de 110 ambulâncias adquiridas pela gestão do governador Amazonino Mendes para serem distribuídas aos 61 municípios do interior e à capital. Com a entrega de hoje, 60 municípios já foram contemplados, restando apenas Coari e Maraã, que devem receber na sexta-feira (9/11).

A secretária executiva adjunta de Atenção Especializada do Interior, Edylene Pereira, da Susam, ressalta que a renovação da frota de ambulâncias dos municípios resgata a dignidade do serviço de remoção de pacientes, esquecida pelas gestões passadas.

“Estamos concluindo esta missão, após termos identificado a dificuldade que cada um dos municípios tinha em remover pacientes quando precisavam de tratamento fora do seu próprio município. É gratificante ter conseguido contribuir nesse processo, porque de fato era uma situação muito indigna o modo como eles vinham sendo transportados”, ressaltou Edylene Pereira.

A ambulância destinada a Amaturá é do tipo básica, utilizada para o transporte de pacientes considerados de baixa complexidade. Segundo a secretária municipal de saúde, Nazaré Rocha, o veículo chega no momento certo, uma vez que o carro que realiza o serviço na cidade está parado, em manutenção.

Equipadas com UTI

 

Municípios que têm ligação terrestre com Manaus foram contemplados também com ambulâncias do tipo avançada que, equipadas com Unidade de Terapia Intensiva (UTI), podem transportar pacientes até à capital. São os casos, por exemplo, de Manacapuru, Novo Airão, Itacoatiara, Rio Preto da Eva e Presidente Figueiredo.

 

“Hoje estamos sem ambulância, porque a nossa vive dando problema, pelo tempo de uso que já tem, gerando um custo alto para o município. Com um equipamento novo, vamos servir melhor a população”, declarou Nazaré Rocha.

UTI aérea

 

Como Amaturá não é ligada a Manaus por via terrestre, nos casos de pacientes mais graves, que precisam de um atendimento mais especializado, o transporte até a capital ocorre por meio do serviço de UTI aérea, também realizado pela Susam.

De acordo com Nazaré Rocha, em média seis a sete atendimentos de remoção de pacientes são realizados por dia. “São casos de urgência e emergência envolvendo saúde indígena, puérperas, idosos. A gente recebe muito paciente da área indígena”, explicou a secretária municipal de saúde.

Destinação das ambulâncias

 

Das 110 ambulâncias adquiridas pelo Estado, 78 foram destinadas ao interior e 32 para a capital. Destas, 102 já foram entregues. Das ambulâncias destinadas à capital, dez são para o SAMU, em Manaus, sendo que quatro já foram entregues. As outras 22 ficam reservadas para as unidades e ao serviço de remoção intra-hospitalar da capital.

 

Além das duas últimas ambulâncias que faltam para  o interior, a Susam programou para a sexta-feira a entrega de dez veículos tipo pick-up para unidades de saúde do interior.

Oriundos de emenda parlamentar do deputado federal Silas Câmara, os veículos estão destinados para os seguintes municípios: Eirunepé, Envira, Humaitá, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira e São Sebastião do Uatumã.

Amazoninarede-Secom

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.