Amaturá (AM), realiza inventário florestal em castanhais

(Foto: Idam)

O governo do Estado por meio da Unidade Local do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (IDAM), em Amaturá (distante 909 km de Manaus), realizou no período de 05 a 07 de novembro, 03 (três) Inventários Florestais não Madeireiros com a espécie Castanha do Brasil (Bertholletia excelsa).

A atividade foi realizada no sítio Xavier, comunidade Indígena Nova Itália localizada no igarapé Acuruí e teve como beneficiaria a família de Maria do Perpétuo Socorro Isidoro Cavalcante, proprietária do sitio. O objetivo da atividade é coletar coordenadas geográficas (GPS) para elaboração de mapas de localização com georeferenciamento de cada árvore de Castanha do Brasil, identificando-as com placas numeradas, além de realizar limpeza dos castanhais preparando-os para safra (colheita).

De acordo com o gerente do IDAM local Fredson Pereira da Silva, essa atividade vem fortalecer o sistema de manejo da Castanha do Brasil no município e, como consequência, apoiar a produção e valorização da cadeia produtiva. “Amaturá possui uma usina de beneficiamento de castanha que emprega, de forma direta e indireta, cerca de 380 pessoas que trabalham na época de safra com quebra, beneficiamento, além dos extrativistas que tem a opção de venda destinada à Associação dos Produtores e Beneficiadores de Castanha de Amaturá, que gerencia a Usina”, enfatizou o gerente.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.