ALEAM homenageia os 40 anos do Sebrae-AM

Manaus – Os 40 anos do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado do Amazonas (Sebrae-AM) foram lembrados na manhã desta quarta-feira (17) na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALEAM) com uma Cessão de Tempo de autoria dos deputados estaduais Abdala Fraxe (PTN) e Adjuto Afonso (PP).

Um dos autores da homenagem, Abdala Fraxe, disse que queria reconhecer o trabalho a uma instituição que há 40 anos ajuda e colabora com o povo brasileiro. “O Sebrae faz parte da vida de cada um dos cidadãos”, disse ele, que concentrou seu discurso em elogios ao corpo técnico do órgão. “Nunca vi pessoas tão intimamente envolvidas com a sua missão, com a determinação de realizar e de fazer. Percebi isso desde o primeiro contato. Do funcionário ao mais alto comandante da instituição”, disse.

Fraxe destacou ainda, que até no interior do Estado, onde tenha um balcão do Sebrae, as pessoas são imbuídas do mesmo propósito. Segundo o parlamentar, nesses 40 anos, encampou muitas lutas, mas não adiantaria nada se os funcionários não vestissem a camisa das micro e pequenas empresas, do empreendedorismo para ver a empresa crescer e prosperar.

Ao representar o deputado Adjuto Afonso, ausente por participar da 24ª Exponaval, no Rio de janeiro, que discute a implementação do Polo Naval no Estado do Amazonas, o deputado Luiz Castro (PPS), vice-presidente da Frente Parlamentar de Apoio a Micro e Pequena Empresa do Estado do Amazonas (Freencoop-AM), também ressaltou a importância da instituição na economia do Estado. “É um modelo no Brasil inteiro de eficiência e eficácia. O modelo deveria ser um referencial a ser adotado em outras atividades”, disse.

Luiz Castro aproveitou ainda, para destacar a parceria do Sebrae com o cooperativismo. “Não há competição, há colaboração, braços dados e apoio. O Sebrae ajudou na aprovações da Lei Complementar das Micro e Pequenas Empresas e na Lei do Empreendedorismo Individual”, lembrou.

Durante o evento, uma placa comemorativa foi entregue em nome da ALEAM ao diretor-superintendente da entidade, Nelson Luiz Gomes da Rocha. Parlamentares e integrantes da mesa dos trabalhos fizeram questão de prestar homenagens ao órgão, entre elas, Suely Moraes, Munir Lourenço, Jair Souto, a microempresária Ray Lima, e os deputados Sidney Leite (DEM), Marco Antônio Chico Preto (PSD), Francisco Souza (PSC), Belarmino Lins (PMDB) e José Ricardo Wendling (PT), todos destacando a importância e os feitos do Sebrae na área do empreendedorismo e do incentivo às micro e pequenas empresas e dando apoio às ações da instituição.

O deputado Belarmino Lins, inclusive, sugeriu a implantação de balcões do Sebrae nos municípios dos rios Purus, Juruá e Madeira, a exemplo do que já existe na região do Alto Solimões.

Presença no interior

Ao fazer seus agradecimentos pela homenagem, o diretor-superintendente da entidade, Nelson Rocha destacou que o Sebrae-AM marca presença no interior do Estado, com programas e projetos por meio de unidades móveis. “Inclusive inovamos e fomos referência nacional, quando licitamos barcos e fomos a todos os municípios amazonenses, falando de inclusão social e por meio do projeto Sala do Empreendedor”, disse ele, informando também que o “Desafio Sebrae” foi levado a países como Argentina e Paraguai.

Nelson Rocha informou que este ano o Sebrae foi responsável por 205,5 mil atendimentos, entre pessoas interessadas em ter seu próprio negócio e donos de micro e pequenas empresas formais ou informais. Além dos atendimentos diários, o órgão realiza cerca de cem projetos de desenvolvimento setorial, ações e atividades que levam conhecimento e informação aos empreendedores do Estado.

O superintendente também estendeu os agradecimentos e gratidão aos funcionários e aos precursores do Sebrae, os seus superintendentes anteriores.

Participaram do evento também, o diretor-executivo da Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), Flávio Dutra; o gerente regional da Caixa Econômica Federal, Carlos Alberto Bonin; o presidente da Federação da Agricultura do Amazonas (Faea), Munir Lourenço; o presidente da Associação Comercial do Amazonas (ACA), Ismael Bicharra; o secretário da Federação do Comércio do Estado do Amazonas (Fecomércio), Hélio Nobre; o diretor técnico do Sebrae, Maurício Sefair; a presidente do Sindicato das Micro e Pequenas Indústrias do Amazonas, Suely Moraes; e o presidente da Associação Amazonense dos Municípios e prefeito de Manaquiri, Jair Souto.

Origem do Sebrae

O Sebrae teve inicio em 1972, quando foi criado, em Manaus, o Núcleo de Assistência Industrial (NAI), que transformou-se mais tarde em Centro de Assistência Gerencial às Micro e Pequenas Empresas (Ceag), ligado ao Centro Brasileiro de Assistência Gerencial às Micro e Pequenas Empresas (Cebrae). O Cebrae com “C” existiu até 1990, quando foi extinto e sua estrutura incorporada ao Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

(Fonte: Diretoria de Comunicação)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.