ALEAM concede hoje a Medalha “Ruy Araújo” ao arquiteto Severiano Porto

Manaus – Acontece nesta quarta-feira (8), às 11h, Sessão Especial de Outorga da Medalha Ruy Araújo ao arquiteto Severiano Mário Porto, proposta pelo deputado estadual Marcelo Ramos (PSB).

A homenagem acontece no Plenário Ruy Araújo da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

A homenagem é mais do que merecida e justa a um profissional de alto quilate, que residiu muitos anos em Manaus e deixou a sua marca em várias obras na capital amazonense e na Amazônia. Uma das obras de Severiano Porto, que lhe deu inclusive um premio nacional de Arquitetura, foi impiedosamente demolido para dar lugar a um posto de gasolina. A obra era nada mais, nada menos que um dos mais badalados restaurantes de Manaus , o Chapéu de Palha, que ficava situado na rua Paraíba, próximo ao Colégio Ida Nelson. Uma pena.

Segundo o parlamentar, Severiano é um dos mais significativos expoentes da arquitetura contemporânea brasileira, onde desenvolveu boa parte de suas obras. “É inegável a contribuição de Severiano à arquitetura brasileira, então é oportuna essa homenagem, por tudo que ele criou”, explica.

Conhecido como “arquiteto da Amazônia” ou “arquiteto da floresta” – por ter criado um modelo singular que une técnicas das moradias dos ribeirinhos e caboclos com as mais modernas e inovadoras criações da arquitetura – é dele os projetos arquitetônicos do prédio da sede da Suframa, sede da Aldeia Infantil SOS (ONG vinculada à Unesco), sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Campus da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), sede do Fórum Justiça Henoch Rei, além do Centro de Proteção Ambiental Balbina em Presidente Figueiredo).

Severiano Mario Porto nasceu em Uberlândia, Mina Gerais, em 1930, tendo, crescido e concluído seus estudos no Rio de Janeiro. Em 1954, formou-se pela Faculdade Nacional de Arquitetura do Brasil.

O trabalho de Severiano Porto é reconhecido pelas soluções que apresenta no encontro das tecnologias modernas e tradicionais, assim como pelo respeito ao contexto físico e cultural e pela adequação ao clima tropical. Estas qualidades presentes em suas obras fizeram com que sua arquitetura se destacasse e recebesse diversas premiações no Brasil durante as décadas de sessenta e oitenta.(Assessoria e redação)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.