Ainda no hospital, goleiro Follmann recebe visita de paralímpicos com próteses

Follmann segue internado em hospital de Chapecó (Foto: Reprodução/Instagram)
Follmann segue internado em hospital de Chapecó (Foto: Reprodução/Instagram)

O goleiro Jackson Follmann é o único sobrevivente da tragédia com o voo da Chapecoense que ainda permanece no hospital. Nesta terça-feira, o arqueiro recebeu visitas especiais no Hospital da Unimed, em Chapecó (SC), e compartilhou uma imagem em sem perfil pelas redes sociais.

Como teve parte da perna direita amputada, o jogador gaúcho conversou com o capitão da seleção paraolímpica de vôlei, Renato, o vice-presidente do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), Mizael Conrado, e o presidente da Ordem dos Advogados o Brasil (OAB-SP), Dr. Marcos Costa.

“Hoje tive a honra de receber a visita do presidente da OAB de São Paulo, Dr. Marcos Costa, do capitão da seleção paraolímpica de vôlei, Renato, que usam próteses, e do vice-presidente do comitê Paralímpico brasileiro, Mizael Conrado. Uma experiência única que com certeza vai me ajudar em muito”, escreveu no Instagram.

Em entrevista ao EXTRA, o médico Edson André Stakonski informou que a situação de Follmann sempre foi a mais delicada.

– Ele está em estado estável. Estamos observando sua evolução. Fizemos outro curativo ontem na perna dele. A questão é que uma infecção no osso é sempre complicada. A vascularização naquele local é ruim, então o tratamento exige um longo período – disse Stakonski.

O acidente com o avião da LaMia, que levava jornalistas e a delegação da Chapecoense para a partida contra o Atlético Nacional em Medellín, no dia 28 de novembro, matou 71 pessoas sendo 19 jogadores da Chape.

amazonianarede-agênciaoglobo

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.