Agricultores do Polo de Rio Branco (AC) produzem alimentos para o PAA

(Reportagem: Terezinha Moreira)

Os agricultores assentados no terceiro Polo de Rio Branco criaram a Associação de Produtores Rurais Nove Irmãos. Os produtos cultivados – macaxeira e hortaliças – abastecem o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) na modalidade Doação Simultânea.

O governo do Estado fez a entrega de kits para a construção de casas de vegetação às nove famílias que antes não tinham onde morar e hoje trabalham na Associação.

A produtora Maria Neuci Alves da Silva, presidente da associação, que conta com a ajuda dos filhos adolescentes no cultivo de hortaliças, relata que sua produção é dividida entre consumo próprio e venda para o PAA, de onde tira sua maior renda, além de vender para supermercados da capital.

Todas as semanas, os produtos são colhidos e entregues ao programa. “Estávamos preocupados porque, com a chegada do inverno, ficaria difícil produzir. Agora, não mais”, disse Maria Neuci. O Programa de Fortalecimento da Horticultura do governo do Estado, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), incentiva a produção de hortaliças com a distribuição de material para a construção de casas de vegetação.

“Aqui temos histórias que confirmam, com muito pouco, a possibilidade de transformarmos vidas. O governador Tião Viana e a presidente Dilma Rousseff têm essa preocupação. Precisamos acabar com a miséria, e isso só será possível dando condições para as pessoas produzirem, que é um passo significativo para a solução de problemas sociais”, disse o secretário de Extensão Agroflorestal e Produção Familiar, Lourival Marques Filho, durante a entrega do material das casas de vegetação.

Os assentados também foram contemplados, ainda, com o Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), que faz parte do programa “Minha Casa, Minha Vida”. O material para a construção das moradias já chegaram e os assentados vivem a expectiva da casa nova, que para todos será na verdade a primeira casa própria.

Cosmo Barbosa de Alencar, produtor no terceiro polo, faz questão de conversar com o secretário Lourival Marques para explicar que ser contemplado com um pedaço de terra para trabalhar mudou sua vida. “Eu só sei plantar. Tentei viver na cidade, mas as dificuldades eram muitas. Vivia na casa dos outros, pois não tinha onde morar nem trabalho. Agora está bom demais”, comemora.

Programa Nacional de Habitação Rural

O Programa Nacional de Habitação Rural, parte integrante do programa Minha Casa Minha Vida, foi criado pela necessidade de uma política habitacional que atendesse às especificidades da moradia no campo, onde as diferenças do meio urbano para o rural – cultura, forma de remuneração, gleba de terra, logística para construção – passaram a ser consideradas nos programas de moradia para a população do campo.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.