Wilson Lima defende pagamento do Fundeb aos professores, mas não em momento eleitoral

A máquina pública está sendo usada em favor da velha política, afirmou Wilson Lima
O corpo jurídico da coligação Transformação por um Novo Amazonas, que representa a candidatura de Wilson Lima (PSC) ao governo do estado, entrou, nesta terça-feira (9), com ação contestando o uso político do abono aos professores e pedagogos da rede estadual de ensino por parte do candidato Amazonino Mendes (PDT). Não há, em nenhum momento, o pedido de suspensão do pagamento do benefício.
“Não sou contra um direito duramente conquistado pelo trabalhador. Os profissionais da educação merecem o abono. Mas o que questionamos, além do uso político, é o fato de que o governo já tinha recursos em caixa e poderia ter creditado na conta dos servidores antes do período eleitoral”, criticou Wilson Lima.
Em 2018, de janeiro até o dia de hoje, o Amazonas recebeu do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) mais de R$ 1,3 bilhão.
“O que é injusto e desigual, num momento crucial da eleição, é o uso desta ação como marketing político. Mais uma vez, a máquina pública está sendo usada em favor da velha política”, acrescentou o candidato do PSC.
*Com informações da assessoria
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.