Vasco estreia no carioca goleando o Madureira

Riasco marcou duas vezes na goelada vascaina

Riasco marcou duas vezes na goelada vascaina
Riasco marcou duas vezes na goelada vascaina

Rio – O Vasco goleou o Madureira por 4 a 1, em partida disputada na tarde deste domingo, em São Januário, na estreia das duas equipes no Campeonato Carioca. Mais entrosado, o time dirigido por Jorginho só encontrou dificuldades no primeiro tempo, quando a equipe de Conselheiro Galvão fez uma boa marcação e conseguiu neutralizar as ações ofensivas do adversário. No segundo tempo, o Vasco aumentou o ritmo e conseguiu marcar os gols que garantiram a primeira vitória na competição.

Os gols foram marcados por Riascos(dois), Andrezinho e Nenê, de pênalti, para o Vasco, enquanto Daniel anotou para o Tricolor Suburbano.Na próxima rodada, o Vasco vai visitar o América, no Giulite Coutinho, em Edson Passos. O Madureira receberá a Cabofriense, em Conselheiro Galvão.

O jogo

O Vasco começou a partida no ataque, com Jorge Henrique e Riascos abertos pelas extremas para permitir a entrada de Andrezinho e Nenê, pelo meio. Aos quatro minutos, Nenê foi lançado na corrida, driblou Daniel e chutou forte, mas a bola foi bloqueada por Jorge Fellipe. Nenê era muito perseguido pelos jogadores do Madureira que faziam faltas seguidas sobre o “maestro” do time da casa.

Aos sete minutos, o predomínio cruz-maltino se transformou em gol. Nenê recebeu na entrada da área e levantou,com precisão, na cabeça de Riascos que colocou no canto esquerdo do goleiro Rafael. Mesmo com a vantagem, o time dirigido por Jorginho não reduziu o ritmo e manteve a pressão sobre o adversário.

O Madureira chegou pela primeira vez, aos 11 minutos, em cruzamento que foi cabeceado pelo zagueiro Jorge Fellipe, mas a bola subiu demais. Aos 16 minutos, o Tricolor Suburbano empatou. Após cobrança de falta, o zagueiro Daniel tocou, de ombro,e a bola entrou no meio do gol defendido por Martín Silva que ainda tocou na bola, mas não conseguiu impedir que ela entrasse.

O calor de quase 40 graus tornava mais lento o ritmo da partida, mas o Vasco se mostrava um pouco mais agressivo do que o adversário. Aos 23 minutos, Nenê recebeu bom passe de Andrezinho e bateu forte, mas a bola encobriu o travessão defendido por Rafael.

Satisfeito com o resultado, o time de Conselheiro Galvão mantinha quase toda a equipe no próprio campo. Apenas os atacantes Geovane Maranhão e João Carlos se adiantavam para marcar a saída de bola do Vasco.

Aos 30 minutos, o volante Julio dos Santos perdeu a bola na intermediária para Arthur Faria que tocou para João Carlos, na entrada da área, mas o atacante mandou para fora. Quatro minutos depois. Riascos foi lançado nas costas da zaga, o goleiro Rafael saiu para tentar cortar, e o atacante tentou driblar o adversário, mas tocou mal na bola que acabou saindo sem levar perigo. Logo depois, Nenê tocou para Jorge Henrique que bateu cruzado, mas mandou a bola para fora, desperdiçando uma boa chance.

Aos 41 minutos, João Carlos se livrou de Madson e chutou rasteiro, mas Martín Silva defendeu com facilidade. Nos acréscimos, Daniel derrubou Jorge Henrique na entrada da área. Na cobrança, Nenê tentou colocar, mas a bola bateu na barreira.

O Vasco voltou para o segundo tempo com Yago Pikachu no lugar do volante Matheus Pet. E a equipe cruz-maltina criou a primeira oportunidade logo aos dois minutos. Jorge Henrique recebeu na grande área, demorou a concluir e acabou chutando nas pernas de Daniel.

Um minuto depois, o Vasco desempatou. Após cruzamento executado por Luan, Andrezinho se antecipou aos zagueiros e cabeceou para marcar o segundo gol. Depois de reconquistar a vantagem, o Vasco manteve a pressão para não deixar o Madureira se organizar. O problema da equipe dirigida por Jorginho é que Jorge Henrique não conseguia dar sequência às jogadas, prejudicando o ataque.

O lFu, venceu bem
O Flu, também recebeu a visita da zebra

A partida caiu muito de qualidade e foi disputada apenas no meio-campo, porque o Vasco não conseguia imprimir velocidade às suas jogadas de ataque, enquanto o Madureira, muito lento, não chegava na área adversária em condições de concluir.

Só aos 22 minutos é que o Tricolor Suburbano ameaçou em lançamento para Geovane Maranhão, após falha de Rodrigo, mas Luan dividiu a jogada e salvou a sua equipe. O Madureira mudou a equipe e passou a pressionar em busca do gol do empate. Aos 30 minutos, Geovane Maranhão foi lançado na corrida, mas Luan desviou para escanteio, o chute do atacante.

A resposta do Vasco veio em cobrança de escanteio de Nenê.  A bola passou pelos zagueiros e acabou tocando na trave. Logo depois foi a vez de Rodrigo cabecear com muito perigo, após nova cobrança de escanteio.

Aos 36 minutos, o Vasco marcou o terceiro gol. O zagueiro Jorge Fellipe entrou de carrinho na área e derrubou Madson. Pênalti que Nenê converteu, deslocando o goleiro Rafael.  No final, o goleiro Martín Silva ainda fez uma grande defesa em cobrança de falta, executada por Ernani.

E o Vasco marcou o quarto gol, aos 47 minutos. Nenê lançou para Eder Luis que invadiu pela esquerda e cruzou para Riascos empurrar para as redes, definindo o resultado do jogo.

FICHA TÉCNICA

VASCO 4 X 1 MADUREIRA

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 31 de janeiro de 2016, domingo

Hora: 17h (de Brasília)

Árbitro: Grazianni Maciel Rocha

Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa e Thiago Corrêa Farinha

Cartão Amarelo: Riascos(Vas);Daniel, Everton, Jorge Fellipe, Ernani(Mad)

Resultada rodada

Vasco 4 X 1 Madureira

Bonsucesso 0 X 2 Resende

Cabofriense 0 X 0  América

Bangu 0 X Botafogo 2

Flamengo 1 X 1 Boa Vista

Figueirense 1 X 0 Macaé

Portuguesa RJ 3 X 2 Tigres Brasil

Fluminenae 1 X 3 Volta Redonda

Amazonianarede-Gazeta Press

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.