Umidade baixa do ar deixa Rio Branco em estado de atenção

(Amazonianarede – Ag. Acre)

A umidade de ar do Acre atingiu valores críticos nesta sexta-feira (30), segundo o meteorologia e professor da Universidade Federal do Acre (Ufac), Davi Friale.

Nas primeiras horas do dia, o índice era de apenas 24%, estado de atenção, em Rio Branco. O motivo da baixa intensidade é a intensa massa de ar seca que está sobre a Amazônia Ocidental.

Ainda de acordo com o pesquisador, a baixa umidade do ar, aliada à incidência dos raios solares, deixarão os dias extremamente quentes até a próxima terça-feira (3), em todo o Estado. Ele informou que a mudança de direção dos ventos, que passam a soprar do norte, com variações de nordeste e noroeste, já apresentará forte aumento nos termômetros a partir de sábado (31).

Friale comparou a umidade relativa do Acre atual ao deserto do Saara. “Acredito que, até domingo (1), a marca deve atingir 15%. Abaixo de 20%, o estado já é crítico e preocupante.

Os idosos e as crianças serão os maiores prejudicados”, avaliou.
Para Friale, as queimadas seriam um dos principais agravantes para a situação. “As imagens do satélite apontaram pontos de grandes focos de incêndios na fronteira do Estado com a Bolívia. Assim, nos próximos dias, Rio Branco pode apresentar, mais uma vez, muita fumaça”, informou.

Focos de queimadas

Somente em agosto Rio Branco registra 700 focos de queimadas urbanas somente em agosto
Hoje, (31), os termômetros devem marcar entre 35ºC e 37ºC, segundo Davi. “Pode haver novos recordes de calor, em 2013”, complementou.

Friale aproveitou para dar dicas aos leitores. “Colocar um pano umedecido nos quartos e recipientes com água alivia a situação. Ligar o aparelho de ar-condicionado só agrava a situação, porque deixa o ar ainda mais seco”, reiterou.

O forte calor será seguido de uma frente fria, a partir de quarta-feira (4). “Chuvas intensas, com raios e ventanias, atingirão a maior parte do Acre. A temperatura deve baixar mais uma vez, mas ainda não temos uma definição de sua intensidade”, finalizou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.