UFC 159: Jones massacra e Sonnen apanha feio de novo

Falastrão não chegou nem ao fim do round inicial: foi atropelado por campeão (que só percebeu que tinha quebrado o dedão do pé em sua comemoração).

Foi mais uma surra – e mais uma prova de que Chael Sonnen não está à altura de disputar um título do UFC. Jon Jones massacrou o desafiante, derrubando o falastrão três vezes com um único intuito: espancar o oponente com suas cotoveladas, o golpe mais perigoso e explosivo de seu amplo repertório. A luta terminou logo no primeiro assalto, com um nocaute inapelável. O campeão dos meio-pesados manteve o cinturão com uma chuva de socos contra Sonnen – que até começou razoavelmente bem, tentando lutar de igual para igual, mas logo caiu na real e notou que não teria chances.

Arremessado ao chão com extrema facilidade pelo campeão, de 25 anos, Sonnen, de 36, virou presa fácil diante da envergadura privilegiada de Jones, o atleta com maior alcance de golpes de todo o UFC. Apesar disso, a noite não foi só de festa para o astro, que só percebeu ao comemorar a vitória no centro do octógono que tinha quebrado o dedão do pé (o que deve tirar o campeão de combate por algum tempo).

Mesmo com a imagem chocante da lesão sendo exibida nos telões da arena – o dedão, coberto de sangue, estava totalmente fora do lugar -, Jones sorriu, manteve a calma, foi entrevistado pelo apresentador Joe Rogan e comentou os detalhes do combate. A lesão, aliás, foi uma amostra do risco que o UFC correu ao escalar Sonnen para o desafio. Apesar da enorme superioridade de Jones, se a lesão acidental tivesse sido notada antes do nocaute ter sido declarado, o combate poderia ter sido suspenso e o falastrão poderia ter virado campeão mesmo depois de apanhar por quatro minutos em um combate que jamais mereceu disputar (ele vinha lutando em outra categoria e furou a fila da briga pelo título).

Depois de se recuperar da fratura, Jon Jones deverá encarar o brasileiro Lyoto Machida, o primeiro colocado no ranking da categoria – essa foi a promessa de Dana White depois da vitória do carateca contra Dan Henderson. Com mais uma performance espetacular, o jovem astro americano também deve reforçar a expectativa dos fãs por uma superluta contra o número 1 do MMA no mundo, Anderson Silva. Essa é uma obsessão de Dana White e sua equipe.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.