Uefa pede adiamento de eleição da Fifa

Secretário-geral da Uefa, Gianni Infantino cobrou a Fifa publicamente após novo escãndalo de corrupção
Secretário-geral da Uefa, Gianni Infantino cobrou a Fifa publicamente após novo escãndalo de corrupção
Secretário-geral da Uefa, Gianni Infantino cobrou a Fifa publicamente após novo escãndalo de corrupção

As prisões dos dirigentes ligados à Fifa, nesta quarta-feira, em mais um escândalo de corrupção no futebol, motivou a Uefa a cobrar a entidade máxima publicamente. A confederação europeia, por meio do secretário-geral Gianni Infantino, pediu o adiamento da eleição presidencial da Fifa, marcada para sexta-feira, e estipulou novo prazo.

“Nós acreditamos firmemente que o Congresso da Fifa deveria ser adiado com novas eleições presidenciais da Fifa a serem organizadas dentro dos próximos seis meses”, disse ele a repórteres.

Em nota, a entidade europeia foi dura nas críticas e pediu mudanças no comanda da Fifa, em um ataque a ao mandatário Joseph Blatter, ainda que este não seja citado.

“Estes eventos mostram, mais uma vez, que a corrupção está profundamente enraizada na cultura da Fifa”, afirmou a Uefa, que alerta para o risco de o Congresso do órgão se transforme numa “farsa”.

“Os membros do Comité Executivo da UEFA estão convencidos de que existe uma forte necessidade de mudança na liderança desta Fifa”, afirma.

As federações associadas á Uefa marcaram um encontro nesta quinta para decidir quais medidas tomarão nos próximos dias para, segundo as palavras da entidade, “proteger o futebol”. REUTERS

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.