Sob vaias, Vasco perde para Volta Redonda em São Januário

Amazonianarede – Lancenet

Rio – Errando sempre no último passe e, consequentemente, com muitas dificuldades para finalizar, o Vasco foi derrotado pelo Volta Redonda por 1 a 0, no estádio de São Januário. O gol da partida foi marcado pelo zagueiro André Alves logo no início da partida, aos 11 minutos.

Na próxima rodada, o Vasco enfrenta o Nova Iguaçu, na quarta-feira, no Raulindo de Oliveira, às 22h. Já o Voltaço pega o Friburguense, no domingo, às 16h, no estádio Raulindo de Oliveira.

TURNO NOVO, PROBLEMAS ANTIGOS

Na volta aos gramados após a derrota na final da Taça Guanabara para o Botafogo por 1 a 0, o Vasco voltou a pecar na criação e no toque de bola. Com um time diferente do que encerrou a Taça Rio. Romário, Sandro Silva e Dakson figuraram entre os titulares. A grande ausência do time foi a do artilheiro Bernardo, que ficou no banco. Com as mudanças, o Cruz-Maltino sentiu muita dificuldade no último passe, o apoiador Dakson começou a investir nos cruzamentos, mas a bola não chegava nos atacantes vascaínos localizados na área do Volta Redonda.

A equipe do vale do Aço era consistente na marcação e tentava sair nos contra-ataques. Aos 10, o atacante Frontini tomou a frente dos marcadores, recebeu a bola de frente para o goleiro Alessandro e chutou para fora, perdendo um gol fácil. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio, o zagueiro André Alves subiu entre três marcadores cruz-maltinos e tocou de cabeça para abrir o placar em São Januário.

TUDO OU NADA

Apesar de sair atrás no placar, o Vasco não sentiu o gol e decidiu ir para cima do Volta Redonda, porém, voltou a ter problemas no passe final e não conseguiu entrar na área do Voltaço. Aos 19 minutos, Dakson tentou cruzar com força para área. A bola pega efeito, encobre o goleiro Gatti e acerta a junção entre a trave e o travessão.

No último lance do primeiro tempo, aos 46 minutos, Carlos Alberto chega chutando e quase empata a partida.
Dominando a posse de bola, a equipe cruz-maltina seguiu investindo nos cruzamentos para a área, mas sem nenhum sucesso. O Volta Redonda se fechou completamente e apostou todas as suas fichas nos contra-ataques. Em um deles, quase marca com Frontini.

MAIS DO MESMO

O segundo tempo começou com uma mudança no Vasco. Gaúcho colocou o lateral Yotún no lugar de Pedro Ken. A modificação não mudou muito o time, que manteve o ritmo forte no ataque. Precisando empatar, a equipe seguiu atacando e o time do vale do Aço se defendendo e esperando a bola sobrar em seus pés para sair num contra-ataque. A torcida, que chamou Gaúcho de burro no intervalo, começou a pedir Bernardo. Aos 13 minutos, o treinador atendeu aos pedidos da torcida e colocou o artilheiro no lugar de Dakson. Aos 21 minutos, Eder Luis recebeu e tocou para Bernardo. Ele pega de primeira na entrada da área e chuta para fora. A bola sai pelo lado esquerdo tirando tinta da trave.

Apagado no primeiro tempo, Romário teve duas boas chances na partida, mas não conseguiu finalizar bem. A partir dos 30 minutos do segundo tempo, o Vasco foi todo para cima do adversário e o Volta Redonda seguiu se fechando na defesa. Aos 37, Carlos Alberto invadiu a área, deixou o goleiro Gatti caído e chutou em cima de um defensor do Volta Redonda. Na cobrança de escanteio, a bola ficou com o Voltaço.

Em um contra-ataque, puxado pelo meia Fernando, o Voltaço quase ampliou, o irmão de Carlos Alberto toca para Sasá, que entra em velocidade pelo lado direito e chuta forte. A bola vai por cima do gol de Alessandro. Nos últimos cinco minutos de jogo, o Vasco seguia tentando penetrar a área de um acuado Voltaço sem sucesso. Com o apito final do juiz, sobrou as vaias para o time, que foi fortemente criticado.

FICHA TÉCNICA
VASCO 0 X 1 VOLTA REDONDA

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 17/3/2013 – 16h (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Auxiliares: Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ) e Andréa Izaura Maffra (RJ)
Cartões amarelos: Leonardo Luiz e Da Silva (VRE); Sandro Silva (VAS)
Cartões vermelhos: –
GOL: André Alves – 11’/1°T (0 a 1)
VASCO: Alessandro; Nei, Dedé, Renato Silva e Wendel (Marlone, 30’/2ºT); Sandro Silva, Dakson (Bernardo, 13’/2ºT), Pedro Ken (Yotún, 0’/2ºT) e Carlos Alberto; Eder Luis e Romário – Técnico: Gaúcho.
VOLTA REDONDA: Gatti; Lorran, Leonardo Luiz, André Alves e Da Silva; Bruno Barra, Zé Augusto (Fernando, 34’/2ºT), Rafael Granja e Marcelo Régis (Geraldo, 40’2ºT); Léo Andrade (Sasá, 10’/2ºT) e Frontini – Técnico: Caio Lima.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.