Serasa: veículos puxam recuo em atividade do comércio

Loja de veículos
São Paulo – O baixo desempenho das lojas de veículos, motos e peças de automotores, segmento que registrou em setembro uma queda de 9,5% frente aos 23 dias úteis de agosto, foi a principal causa da redução do Indicador de Atividade do Comércio,. O índice, que mede o movimento de consumidores nas lojas de todo o país, caiu 1,8% em setembro, segundo a Serasa Experian. O ramo de material de construção também apresentou recuou parecido – 9,4%. 

Em agosto, o segmento de veículos, motos e peças havia registrado crescimento de 12% sobre o mês anterior. A Serasa avalia que, em relação às lojas do setor automotivo, houve um refluxo natural em setembro, após a corrida dos consumidores às lojas em agosto devido à expectativa do fim da vigência do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) reduzido, que acabou sendo prorrogado por 60 dias pelo governo.

Além disso, “a queda em setembro foi pontual e não pode ser interpretada como sinal de reversão da tendência de recuperação da atividade varejista que começou a se configurar a partir do início deste segundo semestre”. Na comparação com setembro de 2011, a atividade varejista apresentou expansão de 10,8%. No acumulado do ano, a alta chegou 9,1% ante o período de janeiro a setembro de 2011.

Em setembro, as quedas verificadas nos demais segmentos do indicador, em relação a agosto, foram de 2,5% em supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas; de 1,5% em tecidos, calçados, vestuário e acessórios; de 1,1% em combustíveis e lubrificantes; e de 0,3% em móveis, eletroeletrônicos e informática.

(Por:JB)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.