Será lançada pedra fundamental do CT de Ginástica Artística e Rítmica Bianca Maia Mendonça

Manaus – O Governo do Amazonas realiza na próxima quinta-feira, 27 de março, às 10h, na Vila Olímpica de Manaus (avenida Pedro Teixeira, nº 400, Dom Pedro, zona centro-oeste), a solenidade de lançamento da Pedra Fundamental do Centro de Treinamento de Ginástica Artística e Rítmica Bianca Maia Mendonça.

O novo espaço esportivo é um compromisso assumido pelo governador Omar Aziz depois que Bianca Maia conquistou três medalhas de ouro com o conjunto brasileiro de ginástica rítmica nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara 2011.

A obra, que terá um total de 2.380 metros quadrados de área construída, será erguida na Vila Olímpica de Manaus, ao lado da pista de atletismo. A vencedora da licitação foi a Construtora Alcance e o investimento no CT é R$ 3.237.116,74.

Utilidade – De acordo com a secretária de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), Alessandra Campêlo, o CT servirá para preparação e aprimoramento das atletas do Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (Ctara) e também para receber competições locais, nacionais e internacionais. O novo espaço também poderá servir como centro de aclimatação para as seleções que virão disputar os Jogos Olímpicos RIO 2016.

Trajetória de sucesso – A manauense Bianca Maia Mendonça, nascida em 18 de agosto de 1993, começou no esporte aos cinco anos, por influência dos pais, Sâmia Maia e Kleist Mendonça. Sâmia foi ginasta e ajudou a implantar a modalidade no Clube do Sesi no ano de 1998. Kleist foi atleta e técnico do voleibol e, atualmente, desenvolve a corrida de orientação.

A primeira competição aconteceu em 1999, quando Bianca tinha seis anos. Foi o começo de uma carreira de glórias, pois a menina foi sagrou-se hexacampeã dos Jogos Escolares do Amazonas (2002 a 2007).

Em 2004, a ginasta entrou para o Centro de Treinamento de Alto Rendimento da Amazônia (Ctara). O grande salto aconteceu em 2005, quando Bianca foi descoberta pela técnica Giurga Nedialkova e foi selecionada para um estágio internacional na Bulgária. Lá, Bianca impressionou as treinadoras europeias, conquistando um terceiro lugar no aparelho arco durante o Torneio de Kyustandil.

No ano de 2006, ela novamente viajou para a Bulgária, aprimorando a técnica nos aparelhos corda, arco, bola, maça e fita. Em 2007, Bianca começou a colher os louros da dedicação ao ficar entre as 10 melhores do Brasileiro Juvenil de Ginástica.

O primeiro chamado pela seleção brasileira aconteceu em 2009, quando ela foi reserva do conjunto nacional. Em 2010, Bianca foi vice-campeã das Olimpíadas Escolares, evento organizado pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB).

Em 2011, a glória absoluta. Bianca assumiu a vaga na seleção brasileira permanente de ginástica rítmica. Aos 17 anos, a amazonense disputou os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara e o conjunto verde e amarelo conquistou três medalhas de ouro (bola, fita e arco).

Em 2012, Bianca sagrou-se campeã sul-americana com a seleção. Em 2013, a manauense brilhou junto com a seleção na Copa Mundo de Minsk (Rússia): um inédito bronze do conjunto brasileiro (três fitas e duas bolas). A partir daí, o Brasil entrou no grupo de elite da ginástica rítmica mundial.

Em 2014, a amazonense passou a morar em Florianópolis (SC) e a competir no individual. Ela treina na equipe Adiee (Udesc) e trabalha para a disputa para a primeira etapa do Troféu Brasil, que acontece no mês de maio, em Aracaju.

Foto: Cleilton Viana – Sejel

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.