Semmas já arborizou 76 quilômetros de canteiros centrais na cidade

Manaus – A Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) já arborizou 76 quilômetros de corredores viários da cidade, com mudas arbóreas plantadas em canteiros centrais e passeios públicos. No total, o trabalho já alcançou 31 dos 42 corredores viários da cidade, que foram mapeados pelo Departamento de Arborização e Paisagismo da Semmas. Atualmente, o órgão trabalha intensificando a reposição de mudas nos canteiros centrais que foram alvo de depredação ou sofreram outros tipos de danos, como infestação por pragas, vento, poeira, entre outros fatores comuns ao ambiente urbano. De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Marcelo Dutra, a reposição de mudas é uma importante etapa do processo de consolidação da arborização urbana e vem permitindo a mudança gradativa na paisagem da cidade.

Marcelo Dutra explica que a reposição de mudas está prevista no Plano de Manejo e Conservação da Arborização do Plano Diretor de Arborização Urbana. Ele lembra também que Manaus é a primeira capital da Região Norte a possuir regras de arborização urbana definidas em um plano diretor, aprovado pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento e Meio Ambiente (Comdema). “A aprovação do plano foi importante para que pudéssemos consolidar o trabalho de arborização na cidade, que já recebeu efetivamente o plantio de mais de 80 mil mudas entre vias públicas e áreas degradadas”, ressalta.

O diretor de Arborização e Paisagismo da Semmas, Heitor Liberato, admite que o ambiente urbano é muito agressivo para as mudas, daí a necessidade da reposição suplementar e a opção pela utilização das mudas nativas. “As mudas nativas se adaptam melhor a nossa região e comprovadamente ao ambiente urbano, esse foi um dos nossos principais desafios”, disse ele, acrescentando que o tráfego de pessoas que passam pelos canteiros, o vandalismo, o lixo que costumeiramente é lançado por motoristas e transeuntes e a colocação irregular de placas nas árvores são fatores que prejudicam o trabalho. As vias que sofrerão intervenções com obras de infra-estrutura viária, como BRT (Bus Rapid Transit) e monotrilho, não foram contempladas com o plantio uma vez que os canteiros centrais terão que ser removidos. Nesses casos, o plantio só poderá ser feito após o término das intervenções.

Na última terça-feira (30/10), os servidores da Semmas trabalharam na reposição de mudas na avenida André Araújo, no Aleixo – a sétima realizada nos últimos dois anos naquela via. Além de repor 27 árvores, a gerente de Arborização e Paisagismo da Semmas, Rose Bianco, informa que foram realizados também serviços de coroamento (capinação ao redor da planta), poda de condução (que elimina as brotações laterais e promove o levantamento da copa) e adubação complementar. Todas as mudas repostas têm mais de 1,8 metro de altura, o que aumenta a capacidade de resistência. Levantamento realizado em outros corredores indicou a necessidade de reposição de 350 mudas na Autaz Mirim, 92 na Costa e Silva, 396 na Estrada da Ponta Negra e 150 na Estrada do São Jorge.

(FOTO: MARINHO RAMOS / SEMCOM)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.