Segurança da Informação é crucial nas empresas

(Reportagem: Layana Rios)

“Segurança da informação é um processo que busca a continuidade do negócio. Sem essa inovação as empresas não sobrevivem”.

A afirmação do analista de sistemas da Petrobras, João Suárez, é categórica ao tratar desse tema, comumente ligado à tecnologia, mas que vai muito além dela.

Durante palestra no auditório da Superintendência da Zona Franca de Manaus (SUFRAMA), nesta sexta-feira (20), Suárez informou que a segurança da informação é uma preocupação de todos. “Hoje em dia há um conceito integrado de segurança: segurança digital, patrimonial, pessoal. Pessoas são até raptadas para revelar segredos, por isso não podemos tratar de segurança de informação com descaso”, observa.

A palestra fez parte das ações da VI Semana de Informática e Segurança da Informação na SUFRAMA, organizada pela Coordenação-Geral de Modernização e Informática (CGMOI) da autarquia. Na abertura do evento, o superintendente Thomaz Nogueira destacou a importância de discutir o tema periodicamente, principalmente em função das informações que a autarquia dispõe e que precisam do tratamento adequado. “Precisamos sempre nos atualizar sobre quais são as regulações que devemos trabalhar para normatizar aquilo que está sobre a nossa responsabilidade”, afirmou.

Por meio de vídeos, Suárez apresentou diversas situações em que as pessoas revelam informações que depois podem ser usadas de forma a prejudicá-las. É o caso dos bate-papos virtuais com desconhecidos , do e-mail ou mensagem de celular promocional em que você foi contemplado com prêmios valiosos sem nunca ter se inscrito, das informações sobre a vida pessoal compartilhadas nas redes sociais, entre outros. “Devemos ser cautelosos. Quando entro no site do banco, por exemplo, sempre coloco primeiro uma senha errada. Se o site entender como certa, já tem um problema aí”, disse o analista.

Normas

Além da palestra de Suárez, o evento contou com os temas “Novas ISO 27001 e 27002: o que muda para os sistemas de gestão da segurança da informação?”, ministrado pelo coordenador das atividades de segurança da informação da Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi), Rhandsaissem Leal, e “Boas práticas de Segurança da Informação em Recursos Humanos sob a ótica da ISO 27002”, pelo professor da Fucapi, Alex Feleol.

De acordo com Leal, as ISO 27001 e 27002 são o estágio mais atual de um conjunto de práticas para proteção de informações, que vêm sendo aprimorados há mais de 25 anos. Atualmente cerca de 17,5 mil empresas em todo o mundo trabalham com a certificação nessas normas, garantindo assim um sistema padronizado de gestão da segurança da informação que é reconhecido pelo mercado. Durante a palestra, Leal apresentou a estrutura das duas normas e algumas atualizações realizadas em 2013.

Já o professor Feleol falou tanto do cuidado com as informações pessoais que o profissional deve ter – que impactam no processo de seleção de emprego – quanto da importância de sensibilizá-lo e instruí-lo sobre a segurança da informação da empresa. “No momento da contratação, a empresa já pode elaborar um termo com a política da segurança da informação ao funcionário para que ele tome ciência no momento em que entra na empresa”, exemplifica.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.