São Paulo vence Atlético-MG e fica a um empate da semifinal

O jogo vencido pelo |S. Paulo, no Morumbi foi quente e agora vai a Minas em busca de um empate com o mesmo Atlético

O jogo vencido pelo |S. Paulo, no Morumbi foi quente e agora vai a Minas em busca de um empate com o mesmo Atlético
O jogo vencido pelo |S. Paulo, no Morumbi foi quente e agora vai a Minas em busca de um empate com o mesmo Atlético

São Paulo e Atlético-MG foram os únicos brasileiros a se classificarem para as quartas de final da Libertadores. E quis o destino que ambos se cruzassem. Nesta quarta-feira, no primeiro jogo disputado no Morumbi, quem levou a melhor foi o time paulista: vitória apertada por 1 a 0, em um duelo quente e cheios de cartões.

O único gol do jogo saiu só aos 34 minutos do segundo tempo, com Michel Bastos. Porém, a alegria virou preocupação quando parte da grade da geral do estádio cedeu e 20 torcedores caíram no vão do Morumbi. Destes, 16 precisaram de atendimento e sete acabaram sendo distribuídos entre três hospitais: São Luiz, Bandeirantes e Campo Limpo.

Mais cartões, menos futebol

Pouco futebol e muitas faltas. O primeiro tempo de São Paulo x Atlético-MG não foi dos melhores. Para começar, com apenas 18 minutos, o árbitro Wilmar Roldan já tinha mostrado cinco amarelos. No intervalo, eram sete cartões. Ao todo, foram 11 faltas para cada lado.

Pior para o time mineiro, que viu Rafael Carioca e Júnior Urso serem advertidos e, como estavam pendurados, os dois desfalcam a equipe alvinegra no duelo de volta. A outra notícia ruim foi a lesão de Robinho.

Aos 37 minutos, o atacante caiu sozinho no gramado, sentiu uma lesão muscular na coxa esquerda e foi substituído por Hyuri.

Apesar de pegada, a etapa inicial teve poucas chances de gols. O Atlético-MG até balançou a rede aos 34, mas Pratto estava impedido na hora da finalização. Um pouco antes, aos 28, Marcos Rocha cobrou falta, e Denis pegou.

Enquanto os donos da casa também só deram duas finalizações, ambas de cabeça. Aos oito, Ganso desviou cruzamento de Kelvin para fora. Já aos 38, Hudson pegou a sobra dentro da área e cabeceou para fácil defesa de Vitor.

Gol e acidente

A segunda etapa começou igual à primeira, com faltas e mais amarelos. A qualidade da partida, porém, melhorou um pouco. Os são-paulinos tiveram as duas melhores chances, de novo com a bola aérea.

Aos 14 minutos, Ganso cobrou escanteio, Maicon desviou de cabeça, e Rodrigo Caio por pouco não completou para o gol. Logo na sequência, aos 16, foi a vez de Calleri aproveitar cruzamento do camisa 10 e mandar para fora.

O time tricolor continuou melhor e teve mais uma chance aos 21, mas Michel Bastos, que tinha acabado de entrar no lugar de Kelvin, errou o alvo na hora de finalizar.

O Atlético-MG respondeu aos 28, quando Júnior Urso avançou sozinho pelo meio e bateu à direita da trave de Denis.

Já aos 34, veio o gol. Wesley cobrou falta para dentro da área, Michel Bastos escorou de cabeça e deu a vitória aos donos da casa.

Porém, na comemoração, parte da grade da geral cedeu, e algumas pessoas caíram no vão do Morumbi. Duas ambulâncias foram até o local para socorrer os 20 feridos. Um menino sofreu um corte no rosto e foi encaminhado para o ambulatório, enquanto uma mulher saiu de maca.

Jogo de volta

Atlético-MG e São Paulo voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, no estádio Independência. O time tricolor joga pelo empate. Se marcar um gol, obriga os mineiros a fazerem três.

Antes da decisão, porém, as duas equipes estreiam no Campeonato Brasileiro. No próximo sábado, o Atlético-MG recebe o Santos, enquanto, no domingo, o São Paulo visita o Botafogo.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 1 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio do Morumbi, São Paulo (SP)
Data: 11 de maio de 2016, quarta-feira
Horário: 21h45 (de Brasília)
Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia)
Assistentes: Eduardo Diaz e Humberto Clavijo (Colômbia)
Público: 61.297 torcedores
Renda: R$ 4.137.596,00
Cartões amarelos: Paulo Henrique Ganso, Wesley e Thiago Mendes (São Paulo); Patric, Marcos Rocha, Júnior Urso, Leonardo Silva, Leandro Donizete, Robinho e Rafael Carioca (Atlético-MG)
GOL: SÃO PAULO: Michel Bastos, aos 34 minutos do segundo tempo

Edmílson vê São Paulo ‘um pouco melhor nos 90min’ e diz que ‘Atlético-MG deixou a desejar’

SÃO PAULO: Denis; Bruno, Maicon (Lugano), Rodrigo Caio e Mena; Hudson, Thiago Mendes (Wilder), Wesley, Paulo Henrique Ganso e Kelvin (Michel Bastos); Calleri. Técnico: Edgardo Bauza

ATLÉTICO-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Júnior Urso e Robinho (Hyuri) e Patric (Clayton); Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre

Amzonianarede-ESPN

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.