RR: Agricultores reclamam de pontes e estrada

Boa Vista – A precariedade das pontes é uma realidade em muitos municípios do estado. Desta vez, são os moradores do Projeto de Assentamento Nova Amazônia, na zona rural de Boa Vista, que reclamam da situação crítica em que se encontram tanto as pontes como a estrada que dá acesso a região.

Para os moradores, as primeiras chuvas já trouxeram prejuízos, pois algumas pontes estariam quebradas. Em outras a cabeceira desbarrancou. “A situação já era preocupante no verão, imagina agora no inverno. Essas primeiras chuvas que deu alagaram os desvios onde as pontes estão quebradas. Nossa sorte é que a chuva deu uma trégua, se não só Deus sabe o que seria de nós”, disse um morador da vicinal 10.

A preocupação também gira em torno dos estudantes, que acabam faltando às aulas. “Passou uma semana sem as crianças irem para escola, porque o ônibus não tinha condições de passar. Tínhamos medo de a ponte quebrar e o ônibus cair, como já aconteceu há dois anos, quando a ponte não suportou e os moradores tiveram que retirar o ônibus do rio”, relatou outro morador.

Os próprios agricultores é que estão consertando algumas pontes, pois temem ficarem ilhados a qualquer momento. “A cabeceira da ponte já foi refeita pelos próprios moradores para que não ficássemos ilhados, improvisaram colocando madeira para ter como os carros passarem, e isso ocorreu só com essas chuvas, e quando começar a chover para valer?”, frisou um morador da vicinal 13.

Outras localidades também estariam enfrentando o mesmo problema. Os moradores da região do Truarú relatam que já estão ilhados com o início do inverno. “A ponte da vicinal 1 quebrou faz um ano. Antes de começar a chover passávamos por um desvio porque tava seco, mas agora com as chuvas está impossível passar pelo local”, relata um morador da região do Truarú.

Os moradores disseram ainda que as vicinais 4 e 6 também estariam em condições precárias. “Estamos nos sentindo abandonados, porque até agora nada foi feito para que o problema fosse resolvido, a vicinal 6 está um verdadeiro atoleiro”, acrescentou o morador.

INCRA – O superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Titonho Beserra, informou que já foi feito um levantamento sobre as condições das pontes da região, porém estariam esperando a liberação de verbas federais para começar a reconstrução das pontes e recuperação da estrada.

Informou ainda que diante dos problemas causados pelo inverno, uma equipe seria enviada até o local para analisar a situação e posteriormente verificar que medidas poderão ser adotadas.

(Folha BV)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.