Roraima receberá aparelho para implantar serviço de Radioterapia

(Reportagem: Ricardo Gomes)

O Estado de Roraima será beneficiado com a implantação do serviço de Radioterapia oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Na semana passada, Ministério da Saúde anunciou a compra do equipamento, que será instalado no Hospital Geral de Roraima (HGR).

A perspectiva é de que com o novo aparelho sejam realizadas 43 mil sessões de radioterapia ao ano. O secretário estadual de saúde, Alexandre Salomão destacou que será um avanço significativo nas ações desenvolvidas pelo Centro de Oncologia de Roraima.

Segundo Salomão, para que Roraima fosse beneficiado, foi necessário um trabalho de articulação junto ao Ministério da Saúde, em razão dos critérios para a concessão desta unidade só contemplarem capitais que tenham mais de 500 mil habitantes, mas com a apresentação do trabalho já desenvolvido no Hospital Geral pela equipe de oncologia, foi possível sensibilizar os técnicos sobre a importância desta unidade para a população local.

“Com o trabalho já desenvolvido pela nossa unidade conseguimos beneficiar Roraima e com esta etapa estamos dando um passo importante, e fechando todo o ciclo no tratamento dos casos de câncer, uma vez que já realizamos sessões de quimioterapia e cirurgias de alta complexidade, sem contar no benefício social aos pacientes que será o ponto primordial desta conquista, pois não necessitarão se deslocar a outros Estados, longe de seus familiares. Seremos uma unidade de referência na Região Norte” destacou.

Salomão informou que para garantir a implantação deste serviço, está sendo disponibilizada um área de 1.200 metros no Hospital Geral. Os recursos para realizar a ampliação, na ordem de R$ 40 milhões, já estão assegurados pelo Pró-Investe.

A previsão é que o Ministério da Saúde implante o equipamento até o segundo semestre de 2014.

RADIOTERAPIA – De acordo com o portal do Inca, a radioterapia é um método capaz de destruir células tumorais, empregando feixe de radiações ionizantes. Uma dose pré-calculada de radiação é aplicada, em um determinado tempo, a um volume de tecido que engloba o tumor, buscando erradicar todas as células tumorais, com o menor dano possível às células normais circunvizinhas, à custa das quais se fará a regeneração da área irradiada.

As radiações ionizantes são eletromagnéticas ou corpusculares e carregam energia. A morte celular pode ocorrer então por variados mecanismos, desde a inativação de sistemas vitais para a célula até sua incapacidade de reprodução.

A radioterapia, juntamente com outras técnicas, é indicada para tratamento do câncer, que representa a segunda maior causa de mortes no país. São cerca de 500 mil casos novos por ano no Brasil.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.