Rondônia: Mamão lidera preferência em Cacoal

31-12mamaoCacoal, RO – Junto com o limão e outras frutas, o mamão também pode ser cultivado junto com o café, no sistema de consórcio – quando na mesma área também é plantado outro tipo de vegetal.

O mamão ganhou a preferência dos agricultores locais. “Antes nós trabalhávamos mais com gado e café, mas depois que passamos a mexer com frutas, especialmente o mamão, vimos que melhorou a renda da nossa família”, explicou Fábio Favoretti de 20 anos, um dos agricultores que ajuda o pai na roça e é técnico agrícola.

Segundo ele, de apenas uma roça onde estão plantados cerca de três mil pés de mamão, em franca produção são retiradas toda semana uma média de cem caixas com 20 quilos cada. “Essa produção nós conseguimos com o sistema de irrigação e neste caso em especial, a roça de mamão do tipo havaí divide o espaço com o café clonal”, explicou.

De Vilhena a Porto Velho, são consumidos os produtos cultivados nas proximidades da linha cinco, cerca de 30 quilômetros de Cacoal. As propriedades da região fornecem frutas e legumes de qualidade, abastecendo os grandes supermercados do Estado.

Pela exigência dos consumidores e até mesmo do mercado, as frutas que não tem boa forma ou perfeita aparência são descartadas ainda na lavoura. “Esse momento da produção é chamado de desbaste, quando nós retiramos dos pés aquelas frutas deformadas naturalmente. Muitas vezes são desprezadas algumas caixas que não obedecem às exigências dos compradores e com isso a sobra fica para as nossos animais e até doação”, expôs o agricultor.

O preço da caixa do mamão desta qualidade acompanha a cotação do mercado, que varia de R$ 12 a R$ 25. O produtor rural explicou que a fruta por ser perecível chega à mesa dos consumidos ainda bem fresca. “Do dia da colheita até chegar para vender nos mercados, o tempo levado é de no máximo cinco dias”, explicou Fábio. Consultada pela nossa reportagem para falar sobre os valores nutricionais da fruta, a nutricionista Gislene Sedano afirmou que o alimento, rico em nutrientes adaptável a diversas dietas, também é de baixa caloria. “É recomendável para quem tem constipação intestinal e rico em enzimas benéficas ao corpo humano”, informou.

Fonte: Diário da Amazônia

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.