Romário menciona operação da PF para reforçar CPI da CBF

Dep. Romário

Dep. Romário

Amazonianarede – Brasil247

Brasília – O deputado federal Romário (PSB-RJ) disse nesta segunda-feira que “não podemos deixar o futebol brasileiro na mão” dos atuais dirigentes da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). O ex-jogador descreve o presidente da entidade, José Maria Marin, como “ladrão de medalha”, e destaca que o vice, Marco Polo Del Neto, que foi alvo da Operação Durkheim, da Polícia Federal, nesta segunda-feira, “está com a polícia no seu calcanhar…”.

A mensagem, que foi publicada sua página no Facebook, chama atenção para a importância da CPI da CBF, para a qual Romário anunciou que busca assinaturas. Leia a mensagem:

Vocês viram essa? http://bit.ly/V8hTwy O vice-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero, acordou com a Polícia Federal na sua cola hoje. O possível próximo presidente da CBF, representante do futebol brasileiro na FIFA, foi preso e teve documentos e computadores confiscados pela PF, foi solto depois de prestar esclarecimentos.
Segundo a PF a operação Durkheim, deflagrada esta segunda-feira, agiu para desarticular duas organizações criminosas, uma especializada na venda de informações sigilosas e outra voltada à prática de crimes contra o sistema financeiro. No total, 33 pessoas foram presas.

Não podemos deixar o futebol brasileiro na mão desses caras, o atual presidente da CBF é ladrão de medalha, o vice é esse que está com a polícia no seu calcanhar…

Espero que meus companheiros de Brasília entendam o quanto essa CPI da CBF é importante para o futebol brasileiro. A Copa está chegando, temos que dar dignidade e respeito ao nosso esporte.

Que fase…

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.