Romário chama Marin de ‘ladrão’ e diz que seleção não tem condições de ganhar a Copa

Brasília – Protagonista do tetracampeonato de 1994, o ex-atacante Romário, atual deputado federal, descartou a possibilidade de ver a Seleção conquistar a Copa das Confederações e o Mundial de 2014.

Em entrevista à Revista Marie Claire, ele ainda criticou José Maria Marin, presidente da CBF.

“Se a Copa fosse hoje, o Brasil não ganharia. A Copa das Confederações, também acho que não temos condições de ganhar. O que o Brasil joga hoje está muito distante do que precisa para ser campeão mundial”, declarou o jogador à publicação voltada ao público feminino.

Como deputado federal, Romário tem combatido intensamente José Maria Marin, sucessor de Ricardo Teixeira na presidência da CBF. Como de costume, o antigo centroavante da Seleção Brasileira criticou asperamente o dirigente, que também comanda o Comitê Organizador Local (COL) da Copa de 2014.

“É um ladrão! Ladrão não é só quem rouba banco, não. Esse cara não tem postura para ser presidente da CBF”, disparou Romário. O ex-jogador ainda lembrou a ligação de Marin com o governo militar e recordou que o dirigente embolsou uma medalha durante a premiação da Copa São Paulo-2012.

Questionado se está disposto a assumir a presidência da CBF, Romário não descartou totalmente a hipótese. “Não. É grande a possibilidade de eu me candidatar de novo a deputado federal. Quem sabe, daqui a quatro anos eu não me arrisque? Hoje, ainda não”, declarou.(Fonte: ESPN)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.