RO: Governo endurece com agentes em greve e risco de rebelião é iminente

Porto Velho – A Secretária de Segurança Pública determinou a ocupação dos presídios pela Polícia Militar (PM) e, praticamente, expulsou todos os agentes que trabalhavam nos presídios, incluindo as direções das unidades prisionais. Com isso, todos os 1.100 agente penitenciários da Capital foram colocados compulsoriamente em greve, descumprindo o limite de 70% estabelecido pela Justiça; sendo que no Interior a situação seria a mesma.

A medida representa um risco enorme para toda a sociedade na medida em que os 1.100 agentes penitenciários estão sendo substituídos por policiais militares, que deixarão de atuar no policiamento ostensivo; agravando ainda mais a problemática situação da segurança pública, não só em Porto Velho, como em todo o Estado.

A Justiça já tinha determinado que pelo menos 70% dos agentes trabalhassem, justamente para garantir um patamar mínimo de segurança. Um alerta que o SINGEPERON faz é sobre o risco iminente de rebeliões e até mesmo de novos , como já ocorrido no Urso Branco no passado.

O motivo é que os policiais são preparados para o policiamento ostensivo e não para a guarda de presos, que exige um treinamento e experiências específicas; além disso, há uma animosidade natural entre presos e policiais, sendo que a simples presença de militares nas unidades prisionais já causa tensões e atritos.

Outro fato grave denunciado pelo Sindicato é que as celas e alas do Urso branco estão sendo todas interligadas aumentando o risco de uma nova tragédia. Diante da radicalização do governo que, os agentes penitenciários planejam novas mobilizações, manifestações e estratégias para sensibilizar o governador; além disso vai notificar o Tribunal de Justiça, a Comissão de Direitos Humanos da OAB e a Comissão de Justiça e Paz da Arquidiocese da Capital; bem como, divulgar para população a gravidade dessa medida da Secretária de Segurança Pública, que causará um aumento da violência na cidade e risco de massacres de presos.(Estadão do Norte) 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.