Renato Augusto quer voltar a jogar com calma e mira Seleção Brasileira

Renato Augusto

Renato Augusto

Amazonianarede – Lancenet

Alvo de alguns dos principais clubes do Brasil, Renato Augusto volta aos poucos a jogar pelo Bayer Leverkusen após sofrer lesão na coxa esquerda. Na partida de sábado, por exemplo, ele entrou no segundo tempo, mas em entrevista ao LANCENET!, que só aceitou fazer se não falasse nada sobre especulações de outros times, o apoiador sabe que para recuperar o ritmo ideal, vai ter que entrar gradativamente.

– Acabei de voltar a jogar, então ainda estou em busca de um melhor ritmo de jogo. O importante é que não sinto mais nada no local da lesão. Agora é só correr atrás do tempo perdido. Acabei de voltar a jogar, então é normal que eu vá entrando na equipe aos poucos nesse momento. As coisas vão evoluir naturalmente, jogo após jogo – disse o jogador, que aponta a vaga na Liga dos Campeões como objetivo do Leverkusen nesta temporada:
– Estamos trabalhando para isso. Nossa motivação maior é estar nessa próxima Liga dos Campeões. Seria uma enorme valorização para todo mundo.

Pensar em título, de fato, já está complicado. O Leverkusen está na quinta posição com 21 pontos, já são nove a menos que o Bayern de Munique. Para o ex-jogador do Flamengo, será difícil tirar o troféu dos bávaros.
– O investimento que o Bayern fez para essa temporada foi muito grande. A campanha deles até aqui foi quase perfeita, mas não chegamos nem na metade do campeonato ainda. Pelo que estão apresentando, são favoritos, mas muita coisa vai acontecer até o fim da temporada.

Com a volta aos gramados, Renato Augusto começa também a voltar a sonhar com a Seleção Brasileira. Ele quer dar um passo de cada vez, mas coloca a equipe comandada por Mano Menezes como um de seus objetivos.

– Lógico que penso em Seleção, mas estou voltando a jogar agora e meu foco principal nesse momento é estar bem no Leverkusen. Acontecendo isso, acredito que as demais coisas evoluirão em conjunto – espera.

E por falar em Seleção Brasileira, a da Alemanha também foi assunto. Renato Augusto conhece bem a nova geração que surge no país. E acredita que a união com os jogadores que já estão na equipe tricampeã mundial, além da tradição, poderá formar um grande time para os próximos Mundiais.

– Não é de hoje que os clubes aqui estão realizando bons trabalhos em sua base. Esse tem sido um momento de colheita do investimento feito lá atrás. Mas independente da safra, a Alemanha sempre entra como favorita nos Mundiais, por sua tradição. Com a aparição desses novos talentos, a tendência é que a equipe fiquei ainda mais forte nos próximos anos – concluiu.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.