Professores querem 33% de Hora de Trabalho Pedagógico

Amazonianarede – CMM

Manaus – As lideranças do Movimento de Luta dos Professores de Manaus participaram nesta terça-feira (04) de uma Tribuna Popular na Câmara Municipal, onde defenderam que a Hora de Trabalho Pedagógico (HTP) dos discentes do Município seja de 33%, como já está definido em Lei federal desde 2008. Atualmente a HTP em Manaus é de 20%. A Tribuna foi solicitada pelo vereador Waldemir José (PT). O petista destacou que a luta dos professores é válida e necessária, uma vez que esses profissionais necessitam de um tempo fora da sala de aula para se dedicar a pesquisa e assim se preparar melhor para a elaboração as aulas para seus alunos. “Com os professores tendo mais tempo para se preparar a educação no município, com toda segurança, ganhará mais qualidade”, argumentou o vereador petista.

A discussão chega a Câmara no momento em que está sendo analisada a Lei Orçamentária Anual, estabelecendo receita e despesas do município para 2013. A luta dos professores é para que seja assegurado recurso no orçamento municipal, permitindo que o próximo prefeito possa implementar o que determina a Lei federal que criou o Piso Salarial Nacional dos professores e estabeleceu que a HTP deveria ser de 33% da carga de trabalho diária os professores.

O coordenador de comunicação do Movimento de Luta dos Professores de Manaus, Lambert Melo, destacou que a hora pedagógica de 33% já deveria ter sido adotada pelo município desde 2009. Ele explicou que atualmente a HTP em Manaus é de 20%, mas nem todos os professores têm esse direito. Segundo Lambert Melo, os professores de ensino infantil, fundamental, de jovem e adulto e ensino indígena não têm direito a HTP. “Todos os professores devem ter direito a Hora Pedagógica”, defendeu Lambert Melo.

(Fonte – Assessoria do Vereador – Foto – Plutarco Botelho)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.