Produção rural no Estado teve R$ 180 milhões de financiamento em 2012

Amazonianarede – Sepror

Manaus – A Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror) do Amazonas divulgou, balanço das ações do setor no Amazonas em 2012.

Neste ano, segundo os indicadores da pasta, o Estado conseguiu reverter a onda de pessimismo da agricultura local, por conta da enchente recorde. Para isso, os produtores amazonense contaram com um recorde histórico no financiamento da produção rural: R$ 180 milhões em crédito especial para recuperar a safra perdida com a cheia.

O montante liberado para socorrer os agricultores afetados superou em mais de três vezes o volume máximo até então atingido, em 2009, de R$ 54 milhões. A linha de crédito especial era destinada apenas aos agricultores do Nordeste que sofrem com a seca, mas o benefício foi estendido ao Amazonas. Mais de 23 mil famílias de 53 municípios foram beneficiadas pelo financiamento do crédito especial, alcançando mais de 115 mil pessoas assistidas pela ação.

“O destaque desses repasses é a destinação dele, sobretudo da agricultura familiar”, enfatizou o secretário estadual da Sepror, Eron Bezerra. Ele comemora o crescimento econômico anual do setor tem sido de R$ 28%. Além disso, a contribuição da produção rural na soma de tudo do Protudo Interno Bruto (PIB) no Amazonas saltou de 4,8% para 7% ao longo do mesmo período.

Durante a coletiva, foram divulgados números de outras ações da Sepror que, segundo o secretário Eron Bezerra, contribuem para gerar o crescimento registrado.

Como parte dos programas de Aprimoramento Legislativo, Infraestrutura, Expansão da Agroindústria, Expansão da Produção, e Sociocultural estão o Feirão da Sepror, que beneficia 400 produtores e atende 50 mil pessoas por semana; o projeto Casa Popular Rural, que já contemplou 5.000 famílias; e a recuperação de vicinais, que já asfaltou 1.500 KM e tem a meta de atingir 4.500 até 2015.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.