Procon-Am auxilia consumidor com pesquisa de preços dos Ovos de Páscoa

Pesquisar vale a pena
Pesquisar vale a pena

Manaus – Como estamos em, tempo de Páscoa e o consumo de Ovos de Páscoa é muito grande nesta época, o Programa de Proteção, Orientação e Defesa do Consumidor (Procon-AM) divulgou, pesquisa de preços de ovos de Páscoa realizada em Manaus, com o objetivo de alertar a população quanto aos preços abusivos.
A pesquisa foi realizada no início do mês de abril em diversos supermercados da cidade, no qual foram detectadas variação do menor ao maior preço e a média de valores nos supermercados pesquisados, de acordo com o número e peso de cada ovo.

Para a diretora do Procon-AM, Janaína Sales, é de extrema importância que essa pesquisa chegue ao conhecimento da população para que todos fiquem atentos não somente aos valores, como também a diversos fatores a cerca da pesquisa. “O Procon Amazonas, anualmente, divulga uma pesquisa para que os consumidores tenham noções dos preços e possam avaliar os valores praticados pelo local eleito para compra.

É importante saber que, de acordo com o Código de Defesa do Consumidor, o fornecedor responde solidariamente pelos vícios de quantidade do produto. Sempre que o peso do produto for inferior ao anunciado no material publicitário, o consumidor poderá exigir, alternativamente e à sua escolha, o abatimento proporcional do preço, bem como a substituição do produto por outro da mesma espécie, marca e modelo.

Além disso, deve ser feita restituição imediata da quantia paga, monetariamente atualizada, sem prejuízo de eventuais perdas e danos”, destacou.

Recomendações

O Procon-AM destaca ainda algumas recomendações que devem ser tomadas antes da compra:

1 – Escolha um estabelecimento limpo: o local onde estão armazenados ou expostos os ovos deve estar sob temperatura adequada (cerca de 18ºC), ambientes muito quentes provocam o derretimento do produto. Temperaturas muito baixas fazem com que o chocolate endureça, apresentando uma coloração esbranquiçada, o armazenamento deve ser efetuado longe dos produtos de limpeza e fontes de calor, não compre de ambulantes – não há condições adequadas de armazenamento, o que pode colocar em risco sua saúde.

2 – Quanto à embalagem: toda informação contida deve ser clara e precisa, com especificações corretas sobre quantidade, composição, características, qualidade, bem como os possíveis riscos que apresentem.

3 – Prazo de validade: nunca compre produtos vencidos. Verifique também quando pretende consumir o produto, buscando um prazo de validade adequado para evitar desperdício. É comum nessa época, adquirir ou ganhar mais produtos do que a capacidade de consumo dentro do prazo de validade.

4 – Peso líquido: é o peso do ovo, descontados a embalagem e os brindes no seu interior, quando houver. Essa informação permite uma melhor comparação entre produtos.

5 – Número de referência: o número de referência do ovo é um código do fabricante que identifica o peso e o tamanho de seus produtos. Marcas diferentes com a mesma numeração não indicam o mesmo peso ou tamanho. Assim, números maiores se comparados a números menores de marcas distintas, não indicam necessariamente ovos maiores.

6 – Condições gerais da embalagem: a embalagem deve proteger o produto de insetos ou contaminação. Assim, verifique se há sinais de violação do conteúdo, furos ou partes amassadas. Encontrados esse sinais, não adquira o produto.

7 – Selo do Inmetro: quando há brinquedos no interior do produto, a embalagem deve apresentar o selo do Inmetro e a idade recomendável para uso do brinquedo.

8 – Quanto à escolha do produto: confira as informações fornecidas em anúncios, folhetos ou em qualquer material publicitário na hora da compra. O fornecedor deve cumprir a oferta exatamente como anunciou.

Amazonianarede – Procon – Foto: Sérgio Costa

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.