Preso na Suíça, Marin será extraditado para os EUA

José Maria Marin, ex-presidente da CBF, será extraditado para os EUA
José Maria Marin, ex-presidente da CBF, será extraditado para os EUA
José Maria Marin, ex-presidente da CBF, será extraditado para os EUA

Suiça – José Maria Marin, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), aceitou a extradição da Suíça para os Estados Unidos, informou o Departamento de Justiça da Suíça nesta quarta-feira (28). Ele está preso em Zurique desde 27 de maio, quando uma operação deflagrada a partir de investigação nos Estados Unidos prendeu dirigentes de confederações.

Marin é acusado de ter recebido propina pela cessão de direitos de marketing da Copa América de 2015 a 2023, além da Copa América Centenário (edição especial em 2016), e da Copa do Brasil.

Segundo o blog do Globoesporte.com Bastidores F.C., a extradição deve ocorrer em até 10 dias e Marin deverá viajar algemado em voo comercial.

De acordo com o Estadão, o dirigente negocia fiança de R$ 40 milhões em Nova York. O imóvel que Marin tem na cidade entraria no acordo, além de mais US$ 7 milhões. A negociação é semelhante à que foi feita com Jeffrey Webb, ex-presidente da Confederação de Futebol da América do Norte, Central e Caribe (Concacaf ) e ex-vice-presidente da Fifa, único dos sete presos em Zurique em maio que havia aceitado a extradição antes de Marin.

Amazonianarede-Agencias

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.