Presidente do Santos diz que lesão de Ganso é ‘incurável’

Após ser apresentado diante de mais de 40 mil são-paulinos no último domingo, no Estádio do Morumbi, Paulo Henrique Ganso ainda é assunto nos bastidores de seu ex-clube. Presente no evento que sorteou a chave do Mundial de Clubes da Fifa, realizado nesta última segunda-feira, na Suíça, o presidente santista, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, fez questão de dizer que o problema físico do jogador “é sério”. De acordo com publicação desta terça-feira do jornal O Estado de S. Paulo, o mandatário alvinegro afirmou que o clube tricolor terá que “acompanhar com muito cuidado o quadro clínico do meia e que a lesão de Ganso é “incurável”.
Nos últimos meses, o ex-camisa 10 santista tem sofrido por sua situação física e, mesmo durante a transferência, voltou a sentir dores. De acordo com a publicação, Luis Álvaro insistiu que estava “aliviado” com a negociação e deixou claro que “não aguentava mais” os capítulos da “novela Ganso”.

O mandatário alvinegro ressaltou que a saída do jogador foi a melhor solução. O cartola disse que Ganso recebeu quatro propostas diferentes para ficar no Santos e que, na última, ele ganharia R$ 420 mil, contra os R$ 350 mil mensais que vai receber por novo contrato com o São Paulo. O presidente santista afirmou que, mesmo recebendo mais no seu ex-clube, o meia “não queria mais jogar no Santos”.

O dirigente ainda confirmou que a venda de Ganso resultou no “fim do casamento” entre o clube e a empresa DIS, do Grupo Sonda. A companhia tem 55% dos direitos de Ganso e 40% de Neymar.
(Por:JB)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.