Prefeitura investe no uso de novas tecnologias em sala de aula

23-07eduA Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed), investe no uso de novas tecnologias no processo de ensino e aprendizagem. Nesta quarta-feira, 23, assessores pedagógicos e técnicos em educação iniciaram uma formação para que possam manusear o software Aprimora, desenvolvido pela Editora Positivo. Tablets que usam o software chegarão ainda neste semestre a 125 escolas conveniadas com a editora.

O Aprimora oferece uma combinação de atividades interativas multimídia para os alunos e professores de todas as escolas do 6º ao 9º ano da rede municipal de educação de Manaus.

Os tablets são chamados de Ypy e contam com aplicativos educacionais voltados para qualificar a aula do professor de forma interdisciplinar. As escolas que possuem telecentros receberão dez tablets cada. Já as 41 escolas conveniadas com a editora, que não possuem telecentros receberão uma caixa com 25 tabletes chamada de sala itinerante.

Segundo a coordenadora regional do Sistema Positivo, Luana Wunsh, a ferramenta aproximará os alunos do conhecimento de forma mais prazerosa.

“Os alunos hoje têm uma linguagem que é do século 21, da inclusão da tecnologia. Então, nós precisamos que todos os profissionais da educação saibam conversar com os nossos alunos dessa forma. Em uma aula de história, por exemplo, o professor pode montar uma apresentação com vídeos e imagens da ordem cronológica dos acontecimentos”, explicou.

A assessora de linguagem da Divisão Distrital Zonal (DDZ) Norte, Sônia Maria Ribeiro, acredita que o Aprimora otimizará o tempo dos professores em sala de aula.

“Algo que eu vislumbrei bem positivamente é a questão de otimizar o tempo em sala de aula. O professor prepara a aula com a mídia, envia para os alunos e em sala de aula já vai trabalhar. Outra coisa interessante é que não ficam reféns de livro didáticos. Outro ponto positivo é a tecnologia que o aluno adora”, afirmou.

A coordenadora do Sistema Aprende Brasil, na Semed, Suely Ribeiro, revela que a ferramenta vai atender mais de 70 mil alunos.
“O Aprimora traz aplicativos muito bons. A partir do momento que o professor começar a trabalhar, vai elevar a aprendizagem do aluno. O Aprimora tem tudo que o aluno gosta: som e imagem”, disse.

In loco

A partir da próxima segunda-feira, 28, a equipe de formação do Aprimora irá percorrer todas as escolas que receberão os tabletes, para que todos os professores aprendam e possam utilizar com eficiência essa ferramenta.

“A partir de segunda-feira estamos montando uma força-tarefa para ir nas 125 escolas dar esse curso para os professores. Queremos que todos falem a mesma linguagem”, afirmou Luana Wunsh.

Texto: Thiago Botelho – Foto: Cleomir Santos/Semed

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.