Prefeitura de Manaus lança Projeto Teatro nas Escolas

(Foto: Antonio Lima/Semjel)

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), lança, nesta quinta-feira, 07, o projeto Teatro nas Escolas com a proposta de educar e conscientizar os jovens por meio da arte cênica.

Na estreia, o Núcleo de Teatro da Semjel encenará a peça “A Legião dos Cinco”, em duas apresentações – das 9h às 11h e das 13h às 15h – para 300 crianças, na Escola Municipal Engenheiro João Alberto M. Braga, rua A, s/nº, Vale do Sinai, Cidade Nova, zona Norte.

De acordo com o secretário da Semjel, Fabrício Lima, o Teatro nas Escolas será um projeto itinerante, e a partir de janeiro de 2014, todos os meses, apresentará espetáculos gratuitos para alunos da rede pública de ensino, trazendo no repertório peças que abordem as temáticas da saúde e do esporte; o universo jovem e a história da cidade de Manaus.

“Temos um Núcleo de Teatro na Semjel formado por estudantes de Artes Cênicas da UEA, que desde início do ano trabalharam no planejamento, montagem e ensaios desses espetáculos. O projeto vai viabilizar o contato dos jovens com a arte, e também fará uma abordagem pedagógica, orientando-os às escolhas positivas no caminho a seguir”, explicou Lima.

As escolas municipais interessadas em incluir o Projeto em seu calendário escolar de 2014 devem enviar um email para [email protected], e informar nome da escola, endereço e contato. A partir disso, será feito um cronograma para que a Semjel atenda as demandas.

“A Legião dos Cinco”

A peça “A Legião dos Cinco”, escrita pela coordenadora do Núcleo, Guta Rodrigues, tem direção colaborativa, e conta no elenco com atores experientes do cenário local como Dinne Queiroz, Débora Ohana, Emille Nóbrega, Clayson Charles, Jonathan Antunes e Eduardo Klinsmann.

Segundo Guta, o nome da peça foi inspirado na banda “Legião Urbana” e no filme clássico dos anos 80 “O Clube dos Cinco”. “Apesar de usarmos o mote do filme, os diálogos são atuais e bem próximos à realidade dos jovens manauaras.

Procuramos evitar textos com ‘lições de morais’. É uma peça para o jovem se identificar, se reconhecer e perceber que as escolhas dos personagens podem também ser as suas, contribuindo para terem mais confiança em si e respeito com a escola e a família”, considera.

A trilha sonora do espetáculo traz trechos de algumas músicas da banda Legião Urbana, identificadas com a fase de conflitos e indecisões como “Pais e Filhos”, “Eu Sei”, “Mais do mesmo”, “Meninos e Meninas”, “Primeiro de Julho”, “Se fiquei esperando meu amor passar” e “Quase sem querer”, marcando a abordagem de temas como relação familiar, sexualidade, drogas, preconceito, bullying, gravidez na adolescência, namoros e autoestima, presentes na peça.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.