Prefeitura de Manaus adotará novas tecnologias na prevenção à Malária

(Reportagem: Alita Falcão / Foto: Mário Oliveira)

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, participou na noite desta quarta-feira, 20, da 13ª Reunião Nacional de Pesquisa em Malária, realizada pela Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), no Palácio Rio Negro, Centro.

Prefeitura e Governo do Estado trabalharão de maneira conjunta na prevenção da doença na capital.

De acordo com o prefeito, um milhão de pessoas morrem de malária a cada ano no mundo. No Amazonas, a média está abaixo das 50 pessoas, o que mostra a eficácia das políticas públicas adotadas.

“Vamos trabalhar muito no enfrentamento da malária e da dengue, porque está chegando a hora em que a dengue também se mostra muito perigosa. Vamos atacar da maneira mais preventiva que se possa, fazendo a dragagem de igarapés para evitar inundações, entre outras medidas. A nossa Região tem dificuldades, por isso temos que trabalhar conjuntamente”, ressaltou Arthur.

Este ano, Manaus ganhou o Prêmio Nacional Controle da Malária. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), novas tecnologias serão adotadas para baixar ainda mais o número de casos da doença na capital, principalmente nas áreas rurais e ribeirinhas.

“Iremos trabalhar nas áreas mais afastadas, especialmente no diagnóstico precoce e no tratamento imediato. Outras tecnologias serão introduzidas, como uso de telas nas casas e mosquiteiros impregnados, para impedir contato com o mosquito”, destacou Evandro Melo, secretário da Semsa.

De janeiro a novembro deste ano foram registrados quase 69 mil casos de malária no Amazonas, sendo Eirunepé o município de maior incidência da doença com oito mil casos registrados.

“O Amazonas tem uma Fundação de Medicina Tropical e uma Fundação de Vigilância em Saúde que trabalham harmonicamente junto às prefeituras de todos os municípios. Além disso, realizamos várias metodologias, que vão desde a orientação pedagógica até o desenvolvimento de medicação. Todas essas ações fizeram com que os índices de malária baixassem na Região, inclusive, também fomos o campeão na redução dos casos de dengue”, finalizou o governador em exercício, José Melo.

Durante a palestra de abertura da 13ª Reunião Nacional, o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, sinalizou que o Governo Federal aumentará o repasse para as ações de combate à malária e à dengue no Amazonas. O fórum nacional de pesquisadores da malária tem o objetivo de definir prioridades para o desenvolvimento de novos estudos que auxiliem na terapêutica da doença no Brasil. As reuniões técnicas continuam até sábado, 23.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.