Prefeitura abre 4,9 mil vagas na primeira etapa do Programa Bolsa Idiomas

A Fundação Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Fespi) está credenciando nove escolas de idiomas, como parceiras do Programa Bolsa Idiomas, lançado pela Prefeitura de Manaus, em maio.

O credenciamento permitirá a abertura de 4,9 mil vagas em cursos de inglês e espanhol, nessa primeira fase do Programa. Até 2016, ao menos 10 mil pessoas serão capacitadas pelo Bolsa Idiomas. As inscrições para concorrer a bolsas do Programa serão abertas nos próximos dias.

Os interessados irão concorrer a bolsas parciais (50% ou 75%) ou, ainda, integrais, em uma das seguintes instituições: CCAA; Aslan Curso de Idiomas; Faculdade Salesiana Dom Bosco; Cemetro; Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (Fucapi); Escolas de Idiomas Nilton Lins; Oasis Cursos de Idiomas; Ciesa; e Escola Martha Falcão. Das 4,9 mil bolsas oferecidas, aproximadamente 4,2 mil serão de 50% do valor do curso.

Haverá outras 500 bolsas de 75% e o restante serão bolsas integrais, em que o aluno irá concluir o curso de inglês ou espanhol, sem custos.

Nesta primeira fase do Programa, terão prioridade para receber o benefício, trabalhadores que desenvolvam atividades em que haja contato direto com o público. Serão profissionais dos segmentos do turismo, alimentação, serviços e comércio como, por exemplo, taxistas, atendentes de bares e restaurantes, entre outros. “Dessa forma estaremos, também, preparando os trabalhadores, para atuar com mais eficiência no período da Copa do Mundo de 2014”, destacou a diretora-presidente da Fespi, Luiza Bessa Rebelo.

As escolas de idiomas parceiras do Programa farão compensação tributária com a oferta de bolsas de estudo, mediante a prestação do serviço. Será respeitada a proporção de R$ 1 de crédito tributário para cada R$ 1 de bolsa concedida. As instituições poderão participar, também, na modalidade em que não há compensação, com bolsas de estudos ofertadas voluntariamente pelas instituições, sem ônus para a Prefeitura de Manaus.

Os cursos oferecidos pelas instituições de ensino serão de inglês ou espanhol, ministrados em dois módulos, sendo o primeiro de nível básico e o segundo instrumental. O material didático, as matrículas e a renovação de matrículas dos beneficiários do Programa serão custeados pela Prefeitura de Manaus. A seleção dos bolsistas também será realizada pela Fespi, nos próximos dias.

Para concorrer às bolsas, as pessoas terão que ser residentes em Manaus; ter 16 anos ou mais; comprovar renda familiar per capta de até um salário mínimo e meio; estar cursando ou ter concluído o ensino médio; não ser beneficiário de programa de idiomas similar mantido pelo poder público. Os bolsistas do Bolsa Universidade poderão se inscrever no Programa. A previsão é que as aulas iniciem ainda em agosto.

(Semcom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.