Política com P maiúsculo

02-03Osny Araujo

Osny Araújo*

Político, diplomata, guerreiro e exímio articular, o prefeito Arthur Neto (PSDB), que no Congresso Nacional fez oposição forte ao Governo do PT (Lula), passou três dias em Brasília e retornou a Manaus satisfeito com o que viu, ouviu e realizou, por isso, a viagem de três dias foi considerada pelo próprio político como “muita proveitosa para a cidade de Manaus” e seu povo.

Conhecedor profundo dos corredores, caminhos e atalhos políticos e administrativos da capital federal, Artur circulou com desenvoltura no Planalto e reuniu com ministros, conversou com lideranças e tudo na santa paz e desta vez, não encontrou fortes resistências, nem revanchismo ou preceito com a sua administração na mais importante capital da Amazônia ocidental.

Bem ido por onde passou, os peitos e projetos de Manaus foram bem acolhidos pelo Governo federal e isso nos enche de esperanças para o futuro e nos faz sonhar com a transformação a transformação e modernização da cidade de Manaus em todos os sentidos, contando para isso com a imprescindível participação do Governo federal.

O prefeito levou à Brasília uma mala cheia de projetos e todos foram apresentados e alguns já encaminhados ao Governo os vários ministérios e a expectativa é das melhores quanto ao acatamento do Governo e Manaus precisa urgentemente desses projetos para que a sua reconstrução comece de fato e de direito.

Vejo esse fato com satisfação e sinto um pouco mais de maturidades nos nossos políticos e o Governo Federal deve ter chegada à conclusão que não pode penalizar um povo que resolveu eleger um dos seus maiores líderes políticos, nome conhecido internacionalmente, só porque foi opositor ferrenho do Governo do PT no Congresso Nacional.

Percebo que o PT começa a entender que tem que governar para todos e que as refregas políticas terminam no final da apuração. Tomara que eu esteja certo e essa boa receptividade ao prefeito Artur Neto e aos projetos do município de Manaus, continuem até o final do atual Governo. A população de Manaus, que também votou maciçamente em Dilma para presidente da República, torce por isso.

O certo é que neste início de segundo mandado do prefeito Artur Neto (o primeiro faz muito tempo), as coisas parecem se encaminhar bem e isso, deixa a todos esperançosos de que a tão falada reconstrução da cidade anunciada pelo prefeito possa ocorrer com maior rapidez e tranquilidade. Parece que os ventos estão ajudando para que isso se torne realidade.

Vamos tentar comprovar que as coisas estão ocorrendo muito melhor do que uma grande parte de observadores políticos pensava.

Primeiro. O governador Omar Aziz, que era oposição a Artur Neto nas eleições, começa a formar com o prefeito uma grande aliança política e a convivência entre os dois governantes tem sido harmoniosa e até com certa cumplicidade e tudo em nome de melhorar a cidade e isso é simplesmente espetacular. Os dois deixaram as refregas eleitorais lá atrás.

No campo mais minado, parece também que as copisas estão calmas. Lá em Brasília, Artur que nunca foi simpatizado pelo PT, foi bem recebido pelo Governo Dilma, sem revanchismo ou preconceito e as coisas também parece que estão se arrumando. Ou seja, Artur, Omar e o Governo Federal resolveram, para o bem de todos os manauras a colocar em prática uma política com P maiúsculo, onde o povo é realmente o ingrediente mais importe.

(Postagem simultanea nos sites: Noticianahora, Amazonianarede, Tadeudesouza e blog Jornalismo Eclético)

*Osny Araújo é jornalista e analista político.
E-mail: [email protected] – [email protected]

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.