Polícia neles

Selvageria sem limite – Uma leitora do Portal Amazonianarede, revoltada enviou esta imagem de um “cidadão” (selvagem), com certo poder aquisitivo, parou seu Honda Civic, placa NOK-7888, na ponte que passa entre os conjuntos Tocantins e Jornalistas e passou a atirar num jacaré que sempre aparece por lá e já virou uma atração para quem passa. Se este idiota faz isso com um animal indefeso, imagina o que ele faz por aí Com certeza ele é mais irracional que o próprio bicho.
 
Mau caratismo – Um exemplo péssimo está sendo visto a área onde será construído o Prosamim, do igarapé do São Jorge. Pessoas que já receberam a indenização do programa de moradia, considerado um dos melhores do mundo, estão voltando e invadindo o local para construir outros barracos. Aliás um péssimo costume que só gera problemas para a cidade. Para atitudes deste tipo não existe medida melhor do que colocar a polícia em cima dos invasores e, na insistência, mandá-los prá cadeia, pois lá é que é lugar de malandro.
 
Insatisfação – Comentário geral nos bastidores da política local é de que o vereador Plínio Valério não estaria nada satisfeito com os rumos que vem tomando a Câmara Municipal de Manaus e já pensa em assumir a vaga do deputado federal Pauderney Avelino, que virou secretário de educação de Arthur. Mas para isso, é preciso que o comunista Eron Bezerra, atual secretário de produção do estado, não assuma, já que é o primeiro suplente. Plínio estaria quase realizando seu antigo sonho: a Câmara Alta (Senado), mas vai ter que se contentar com a Câmara Baixa(Câmara dos Deputados) Ô salada.

Cultura inútil – Logo no primeiro programa BBB 13, já para se avaliar o nível das “jóias” que estão participando. Além dos já conhecidos Bam-Bams e CIA, uma das loiras conseguiu se destacar. O apresentador Pedro Bial conversava com os “brothers”, e em certo momento perguntou se o volume estava baixo. A loira prontamente se levantou e correu para o telão, para aumentar o som. O apresentador de imediato avisou: Minha filha, aí você não consegue aumentar, deixa aqui com a área técnica. Nada contra as loiras.

Claro no escuro – Quem tem telefone celular da operador Claro deve estar se roendo de raiva já faz um tempão. Hoje qualquer tentativa de ligação ou envio de mensagens, é respondida com um aviso que o sistema está “congestionado”. Ora, isso é brincadeira, pagamos um dos preços mais caros do país para ter um serviço de péssima qualidade. E não é só em caso de telefonia celular. Os servidores de Internet vão pelo mesmo caminho: oferecem dez megas e dão um “caco”. E por falar nisso, onde andam os órgãos responsáveis pela fiscalização? Deixa prá lá, é só uma perguntinha besta.

Moleza – Muito engraçada uma reportagem exibida agora há pouco na TV. Os presos que estão no presídio de Parintins estão fazendo uma série de reclamações, que da quantidade de pessoas por celas, da comida, que eles acham que não é boa e da falta de melhores condições. Pera aí: Porque será que eles estão lá? Fizeram alguma coisa boa? Ora, cometem crimes da mais alta brutalidade e quando estão no presídio querem filé? O certo seria botar esses caras para trabalhar, em turno de oito horas por dia, para ter direito à comida e sem direito a reclamar. Palhaçada. Quer moleza vai trabalhar como todo mundo.

O quê é isso? – Precisei esperar um pouco para acreditar no que assisti no telejornal AMTV, da TV Amazonas e no Globo Esporte, edição local. No primeiro não dá prá definir que apresentador é esse que inventaram, o cara faz mais caras e bocas do que dá a notícia, além de dizer que mãe que não produz leite não é saudável. No esporte, um repórter durante uma reportagem sobre “stress”, aparece de luva de boxe dando um soco num saco de treinamento. Será que eles se acham geniais. Eu, sinceramente, acho ridículo, já tivemos repórteres muito melhores.

 
Sérgio Costa
Da Redação 
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.